07 janeiro 2020

Prefeito instrui base de vereadores a manter veto a rateio do FUNDEF

Vereador João Silva, líder do governo, defende calote nos professores

 
Vereadores da base do prefeito de Imperatriz Assis Ramos foram orientados a manter o veto sobre o repasse de parte dos recursos do FUNDEF aos professores.  A votação ocorre hoje (7) em sessão extraordinária, o que deve, ainda, afastar parlamentares da sessão.

A prefeitura tenta impedir que parte de mais de 100 milhões de reais vá para os professores, o que defende os sindicatos ligados a classe e foi aprovado na câmara, mas vetado pelo executivo.

Assis segue orientação do TCU (Tribunal de Contas da União) que tem parecer contrário ao rateio e defende que os recursos devem ser investidos na estrutura física e formação.  A câmara pode derrubar o veto e manter a proposta original que foi aprovada por unanimidade, se o veto for mantido os professores podem considerar um calote a mudança de comportamento dos parlamentares.

Para aprovação do rateio, o líder do governo, vereador João Silva, fez acordo para aprovação de uma proposta de interesse do executivo, mas depois recuou com relação ao veto.

Nenhum comentário: