25 agosto 2020

Casa da Mulher Maranhense inicia atendimentos


Diversos serviços integrados e estrutura para acolher a mulher vítima de violência. A Casa da Mulher Maranhense, em Imperatriz, recentemente entregue pelo Governo do Estado, iniciou os atendimentos nesta segunda-feira (24), e vai servir de referência a milhares de mulheres do município e Região Tocantina. O espaço dispõe ainda de atividades para estímulo da autonomia feminina. A casa integra a rede de assistência estadual de apoio à mulher vítima e é a primeira no Brasil fora de uma capital, construída e gerida com recursos do Estado. 

“Essa unidade é mais uma vitória e concretização da política estadual de apoio às mulheres. É uma importante ferramenta no combate e prevenção à violência contra a mulher, garantindo atendimento humanizado e qualificado para as vítimas de violência e proporcionando, em um só espaço, atendimento integral a essa mulher”, pontua a diretora da instituição, Laura Carolina de Lima Santos. No primeiro dia de funcionamento, aproximadamente dez mulheres procuraram os serviços da casa. 

A diretora reforça que a unidade tem condições de realizar vários atendimentos ao mesmo tempo, devido a presença dos diversos órgãos em um mesmo espaço. “Além do amparo dos órgãos de Segurança e Justiça, a casa irá realizar cursos e parcerias para proporcionar capacitação a essas mulheres para estimular e garantir a sua autonomia”, enfatiza Laura Santos. 

A Casa da Mulher Maranhense conta com apoio psicossocial; Delegacia Especializada da Mulher, nas ações de prevenção e investigação de crimes de violência doméstica e de gênero; Patrulha Maria da Penha, que acompanha e fiscaliza o cumprimento das medidas protetivas; Juizado Especializado da Mulher, órgão da Justiça no processo e julgamento dos casos; 8ª Promotoria Especializada em Defesa da Mulher, que promove ações penais; e Núcleo da Defensoria Pública, que orienta juridicamente.
A unidade é um grande centro de acolhimento humanizado. Conta com recepção, brinquedoteca e outras dependências, além de transporte para deslocamento das mulheres atendidas. No enfrentamento à violência contra a mulher, desenvolve medidas de apoio, palestras, rodas de conversas, audiências públicas, e oficinas para autonomia econômica com formações e capacitações. A unidade faz parte da estrutura da Secretaria de Estado da Mulher (SEMU).

Nenhum comentário: