GIOVANNI GUERRA, DE IMPERATRIZ, ELEITO PRESIDENTE DA CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE AUTOMOBILISMO

O cirurgião-dentista e desportista Giovanni Ramos Guerra, presidente da Federação de Automobilismo do Estado do Maranhão, é, pelo visto, o imperatrizense que, na história de um esporte, atingiu os maiores postos, em nível estadual, nacional e, agora, internacional. Neste 15 de janeiro de 2021 foi eleito presidente da Confederação Brasileira de Automobilismo (CBA), a maior entidade do esporte no País, com sede no bairro Glória, do Rio de Janeiro (RJ). A CBA é filiada à Federação Internacional de Automobilismo (FIA), sediada em Paris. Desde 2016 ele tem assento na poderosa FIA, em que integra o quadro da Commission Internationale de Karting (CIK). Íntimo de grandes nomes   -- o tricampeão mundial de Fórmula 1 Nelson Piquet, Felipe Massa e outros pilotos e dirigentes --  do automobilismo brasileiro e mundial, Giovanni Guerra tem levado e elevado o nome de Imperatriz e do Maranhão no competitivo ambiente do automobilismo internacional.
PIONEIRISMO NO AUTOMOBILISMO - Paralelamente, no campo desportivo, Giovanni Guerra deu asas à sua paixão, um esporte de terra: o Automobilismo. Como piloto, participou de diversas provas em Imperatriz e São Luís. Foi o idealizador da primeira prova de kart nas ruas de Imperatriz, em 10 de outubro de 1987, ano em que fundou o Clube de Kart da Região Tocantina. 

Giovanni liderou a construção do kartódromo de Imperatriz, inaugurado em 07 de julho de 1991como uma das melhores pistas do país. Daí em diante, empreendeu grande obra e realizou grandes provas, que contribuíram para que Imperatriz e toda a região se tornassem conhecidas e reconhecidas no cenário do Automobilismo nacional e internacional. É fundador e presidente da Federação de Automobilismo do Estado do Maranhão (FAEM). Trouxe para Imperatriz, em 1999, a prova-piloto da Seletiva de Kart Petrobras e, em 23 anos da Seletiva, foi o primeiro dirigente a levar a prova do Maranhão para todo o Nordeste. 

Como embaixador da Confederação Brasileira de Automobilismo (CBA), esteve por diversas vezes na Europa. Em 2013, como membro da CBA, acompanhou o piloto Pedro Piquet e seu pai, o tricampeão mundial de Fórmula 1 Nélson Piquet, no CIK-FIA Karting Academy Trophy . Em 2014, já como embaixador do Automobilismo brasileiro, chefiou a delegação que participou da competição de kart em memória do tricampeão Ayrton Senna, em Imola, Itália. Em 2015, foi o responsável pela indicação de um kartista brasileiro para o programa de desenvolvimento de jovens pilotos na academia da famosa escuderia Ferrari (Ferrari Driver Academy). Com essas realizações, não foi surpresa, mas mérito, a homologação de seu nome em Paris como delegado brasileiro integrante da Commission Internationale de Karting (CIK) da FIA, a poderosa Federação Internacional de Automobilismo. 

Em um trabalho no mais das vezes discreto, o idealista e motivado Giovanni Ramos Guerra tem levado e elevado ao “podium”  o nome de Imperatriz e do Maranhão além-fronteiras. Para isso, o dedicado Giovanni Guerra trabalhou, correu, dirigiu e venceu obstáculos, mostrando que, além de ter sido bom piloto, sabe também ganhar fora das pistas…

“Eu credito todas essas conquistas ao meu idealismo, à minha motivação e, fundamentalmente, à minha fé. Sou um abençoado da Sagrada Família, um filho de Deus, irmão de Jesus Cristo Nosso Senhor e filho de Maria, Nossa Mãe, a cheia de Graça”. (GIOVANNI GUERRA)

 Texto de:
EDMILSON SANCHES 
Administração – Comunicação – Desenvolvimento – História – Literatura
---> Cursos / Palestras / Consultoria: edmilsonsanches@uol.com.br

Fotos: Giovanni Guerra: o executivo e o piloto. E registros na Internet da CBA e da RBC Motor Sport sobre a eleição de Giovanni neste 15 de janeiro de 2021.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Imperatriz tem maior contaminação diária de Covid-19 no MA

Covid silencia cantor e compositor Cruz Gago

Imperatriz tem mais um registro fatal de Covid-19 com paciente fora do grupo de risco

Ex-vereador condenado pela Justiça e irmão do atual secretário de Agricultura detona os bastidores da gestão de Léo Cunha