05 março 2013

SABATINA: Lucena Filho continua presidente da Fundação Cultural de Imperatriz.



Lucena Filhos faz balanço das atividades na Fundação
Foto Pinheiro
Foi reconduzido ao mandato, o presidente da fundação Cultural de Imperatriz, Lucena Filho. A sabatina, condição natural para permanecer no cargo, foi realizada na câmara municipal de Imperatriz, na manhã de hoje.

Sem criticas e com muitas sugestões, os vereadores foram unanimes na recondução do presidente, salvo alguns questionamentos: sem pressões, claro, sobre um enorme espaço de um evento ao outro, como citou o vereador Carlos Hermes. “Acredito que a Fundação deve usar mais de atividades culturais, principalmente nos bairros”. E destacou;“Não tenho o que falar sobre os grandes nomes que compõe a atual diretoria e reconheço que a fundação esta composta de um grande time”, e citou Zeca Tocantins e o próprio presidente em nome dos demais.

O vereador Rildo Amaral relembrou o projeto de sua autoria que mudou a forma de direcionar recursos para entidades que fazem a cultura da cidade, segundo ele, antes, somente uma entidade era beneficiada. Rildo pediu que fosse revisto o tempo de pagamento das quadrilhas juninas, pois, apesar de receber, estaria demorando muito o repasse.

Ao final pela maioria quase absoluta dos votos a presidência da fundação Cultural foi mantido, demonstrando assim, que Lucena tem conduzido de forma satisfatória os eventos culturais da cidade.

CONSELHO DE CULTURA_

Apesar da preocupação dos vereadores, é comum, ainda, pouco conhecimento de causa em alguns pontos. Apesar de reconhecer os esforços de alguns é preciso que aja um interesse maior em buscar mais informações sobre esse ou aquele caso. Graças a Deus! Como ocorreu hoje na sabatina que reconduziu o atual presidente a um novo mandato a frente da fundação.

Na presidência, Lucena deve elevar os debates em torno de uma Fundação Cultural mais ativa. Apesar de ter demonstrado organização e responsabilidade nos eventos que realizou, a Fundação deve, obrigatoriamente, se reestruturar conforme determina a lei e eleger também o conselho de Cultura, fator primordial para a liberação de recursos federais e que devem engrandecer mais ainda os projetos culturais da cidade. 
Postar um comentário