11 outubro 2013

Pesquisa da oposição revela: 48% da população aprova gestão do prefeito de Imperatriz

Sem mídia institucional e sem propaganda, Madeira dispõe de uma aprovação de pré-candidato, superando todas os prognósticos contrários a sua reeleição.

É comum em diversas cidades do Brasil, o prefeito que foi reeleito estar, nessa época do ano, pelo menos com um quarto de rejeição comparado com os números do resultado da ultima eleição, no entanto, no caso do prefeito de Imperatriz, os números são
Sebastião Madeira, 48% de aprovação
extremamente favoráveis a Madeira.

Uma pesquisa realizada pelo instituto Conceito, entre os dias 17 e 23 de setembro deste ano, no município de Imperatriz, constatou que 48% da população aprovam a gestão do prefeito de Imperatriz, Sebastião Torres Madeira (PSDB).

A pesquisa serviu também para avaliar o candidato do governo, da oposição e a popularidade da governadora, que não dispõe nem de perto a aceitação do prefeito de Imperatriz.

As parcerias realizadas entre o Estado e o Município, para a execução de obras, tem rendido benefícios aos mais diversos bairros, mas principalmente na periferia ou em bairros que não haviam sido contemplados com obras no primeiro mandato, e pode ser os fatores que beneficia o prefeito Madeira, principalmente por manter o mesmo ritmo na realização das obras que mantinha no período eleitoral.

Sem divulgação dos trabalhos na TV ou mensagens institucionais ou qualquer outra forma de comunicação, a não ser nas redes sociais ou jornal impresso, de circulação e leitores selecionados, Madeira desfila a contento seus números que podem ser considerados um dos mais altos para um prefeito reeleito.


Drenagem profunda realizada em vários pontos da cidade
OS PROTESTOS_

Além de todas as dificuldades que passam as prefeituras do Brasil, a prefeitura de Imperatriz tem mantido frentes de trabalho e enfrentado problemas crônicos que outros governos não tiveram a mesma dedicação para resolver, como os entupimentos de bueiros, alagamentos e desobstrução de lagoas que estão submersas no centro da cidade, e que entopem sempre que chegam as chuvas, além da construção de galérias, asfaltamentos, drenagem e a construção de conjuntos habitacionais subsidiados pelo governo Federal, mas que sem a contrapartida do município estariam totalmente inviável, ou acima do valor possível para aquisição de pessoas de baixa renda.

Além de tudo, é preciso avaliar que a popularidade dos políticos que possuem mandatos caiu em todo o Brasil, em decorrência da onda de protestos que atingiram todos os Estados brasileiros e também em Imperatriz, atingindo até mesmo a popularidade assistencialista quase inabalável da presidente Dilma e outros pré-candidatos a presidência que se mantiveram com seus números estagnados.

Em Imperatriz, apesar dos protestos ter ocorrido em função de manobras da pequena oposição ao prefeito, é provável que o movimento e o desgaste com a então precariedade do serviço de transporte publico, da época, possa ter afetado nos números de aceitação do prefeito, sendo assim, também é possível que os números reais com o passar dos dias também sejam superiores aos 50%.

A OPOSIÇÃO_

É natural que as avaliações venham direcionar também aos prefeitos que teoricamente apoiam o candidato do governo, à corrida eleitoral do ano que vem. Mas substancialmente, se é que o interessado da pesquisa tenha o real interesse de avaliar todo o quadro eleitoral, não seria de mais acrescentar que realmente o prefeito de Imperatriz possui seu peso natural na balança, e contrapô-lo, é uma das medidas que pode prejudicar quem busca os votos contrários a Madeira, que pelo visto, estará divido entre todos os candidatos ao governo. Inocência acreditar que estar contra o prefeito de Imperatriz é ter a garantia de votos, afinal, não estarão do mesmo lado oposição e governo, mas estarão divididas a oposição e oposição.

Com um numero provavelmente superior a 50%, Madeira é o aliado que todo candidato sonha.
Postar um comentário