04 junho 2014

Hamilton Miranda acusa derrota e retira candidatura a presidência da câmara

Próximo dos 45 minutos do segundo tempo, visto que hoje (04) é realizada a ultima sessão antes da que será marcada pela eleição da presidência da câmara, que ocorre nesta manhã de quinta-feira (05), o presidente Hamilton Miranda, retirou agora a pouco sua candidatura a reeleição.
Na tentativa de restabelecer o poder perdido durante o processo que antecipou a eleição para o dia 5, portanto, amanhã, Hamilton tentou de vários modos minar a aliança entre os “GRUPO DOS 14”, nomenclatura dada a união dos 14 parlamentares que decidiram antecipar a eleição e eleger um novo presidente, que põe fim ao ‘quase eterno’ comando de Hamilton Miranda.

Segundo informações colhidas, vereadores chegaram a ouvir propostas de 200 mil reais, 150 e 100 mil reais para que desse o voto ao presidente, no entanto, os parlamentares, estrategicamente passaram a almoçar e a jantar juntos, demonstrando cada vez mais que o processo já estava definido e que os aliciamentos seriam inúteis.

As propostas indecorosas que surgiram com o decorrer do processo incitaram ainda mais o objetivo já determinado de por fim ao processo que já elegeu o atual presidente três vezes, e minou definitivamente uma provável reeleição.


A eleição da nova mesa diretora não só põe fim ao ciclo, mas coloca uma pedra também na possibilidade de Hamilton vir a concorrer a um cargo majoritário (prefeito), pois ficou demonstrado seu imperialismo e certa dificuldade de tramitar e negociar com os parlamentares, fator primordial para que um prefeito venha a exercer com o mínimo de tranquilidade a gestão de qualquer município.
Postar um comentário