01 março 2016

Atendimento de Saúde da cidade de Estreito pode estar na UTI

População procura atendimento de saúde no Hospital Municipal de Estreito e não encontra.

Pacientes que estão vindo da Zona Rural da cidade de Estreito vem reclamando de falta de atendimento de saúde na cidade. A ultima ocorrência aconteceu na noite de ontem (29) quando um homem viajou em condições extremas do povoado conhecido por Brejo do Pinto até a sede do município em busca de atendimento de saúde.  Mas o drama iniciou ao chegar no Hospital e não resolver seu problema de saúde no local onde deveria ser a solução.

Os relatos foram expressos em rede social e acabou revelando o desastre que se encontra o atendimento de saúde da cidade, mesmo tendo nas propagandas governamentais (marketing negro) e na artilharia (muito bem paga) de defesa do governo municipal para assuntos de redes sociais, uma imagem de que tudo agora é um paraíso na gestão do prefeito Cícero Neco.

Veja abaixo o relato dramático publicado nas redes sociais:

útero anonimo de algum paciente mutilado
sendo exposto pra self
Às vezes fico imaginando as atrocidades que vem acontecendo em nosso município, a falta, a ausência da aplicabilidade das políticas publicas, políticas sociais é irresponsável, irreparável, vejam o hospital. Citarei somente um caso entre centenas q estão acontecendo aqui em Estreito.


Uma pessoa moradora no Bairro Brejo do Pinto I, passando mal de uma hérnia, desde quarta feira passada procura se consultar, chegando no hospital às 3:00 h da madrugada, sem nada conseguir a sonhada senha, pois bem a ultima tentativa foi ontem, quando estava duas pessoas e ele seria o próximo o atendente simplesmente virou as costas e  falou q só tinha senha na quinta feira dia 03 de março e pronto, pode?