.

.

31 dezembro 2016

Madeira 'passa a bola' a Meia-noite.


Em toda o Brasil, novos prefeitos assumem o mandato à partir de meia noite de hoje. Em Imperatriz, a passagem da faixa será exatamente à meia-noite, e ocorrerá na câmara municipal. Na oportunidade também serão empossados os 21 vereadores.

O prefeito eleito Assis Ramos (PMDB) recebe a faixa do prefeito Sebastião Madeira (PSDB), que governou a cidade de Imperatriz-MA por dois mandatos. 

Madeira entrega a prefeitura melhor do que recebeu, segundo ele e críticos. Foram muitas conquistas em quase todos os campos da gestão ao longo dos 8 anos de mandato. Madeira conseguiu desenterrar “cabeças de jumentos” (ditado popular) , realizando feitos históricos como, o único prefeito a ser reeleito, iniciar e deixar praticamente concluído o Mercado do Peixe (derrubado na gestão Jomar), reerguer o Hospital Nice Lobão (derrubado na gestão Ildon)  e agora batizado de UPA Municipal e principalmente, chegar inteiro ao final do governo, deixando, inclusive, obrigações em dias e dinheiro em caixa.

Entretanto, o prefeito de Imperatriz enfrentou o risco do desgaste no ultimo mandato  ao manter praticamente o mesmo quadro de secretários em uma gestão visivelmente envelhecida e estática. O gestor seguiu os dois mandatos como uma espécie de super-secretário, com várias pastas figurativas, como a Administração e a de Governo, a segunda desocupada desde o falecimento do Secretário Lula Almeida, prova de que a gestão caminhava ‘a toque do prefeito’.  

Assis recebe uma máquina grande e extremamente complexa, mas que não está paralisada. Terá pela frente uma câmara teoricamente pronta para cobrar fatias e o prefeito deverá demonstrar liderança para conduzir ao consenso e mostrar habilidade para não deixar que os “representantes do povo” sejam os mentores de desgastes. A condução do novo prefeito deve estar entre a manutenção da popularidade que o elegeu e uma gestão eficiente, que venha suprir as necessidades e a tomada de decisões emergenciais do município, mesmo quando impopularidades, sem paralisar a máquina.

Imperatriz é uma grande locomotiva, com pouca manutenção e com serviços paliativos, que a todo o momento precisa de reparo.


Postar um comentário