04 julho 2017

Deputado afirma que FMF armou para prejudicar o Cordino no Campeonato Maranhense

O deputado Rigo Teles (PV), usou a tribuna na segunda-feira (3) para denunciar suposta armação da Federação Maranhense de Futebol contra o time da cidade de Barra do Corda. Segundo o parlamentar, a Federação Maranhense de Futebol  transferiu o jogo entre o Sampaio e o Cordino do Estádio Leandrão, em Barra do Corda, para Estádio Frei Epifânio, em Imperatriz - para prejudicar o Cordino, e impedindo que o time do interior conquistasse o cobiçado Campeonato Maranhense de Futebol pela primeira vez.    

Em sua fala, Rigo Teles disse que não justifica portaria da FMF - baixada na véspera da decisão do Campeonato - alegando que o jogo não poderia ser realizado no Leandrão, que não comportaria duas mil pessoas. “A CBF diz que o jogo poderia ser em estádio que comporta 1.000 pessoas. Engenheiros constataram que o Leandrão comporta até 1.400 pessoas sentadas. Além do mais, estive em Imperatriz e constatei que o jogo no Estádio Frei Epifânio reuniu apenas 6OO pessoas”, disse.       

Pelos cálculos de Rigo Teles, o jogo reuniu apenas 600 torcedores, cerca de 400 do Cordino e 200 do Sampaio. “É mais uma prova que a FMF queria prejudicar o Cordino, como prejudicou durante Campeonato. Reconheço o brilhante trabalho dos jogadores do Cordino. Agora, os garotos humildes estão disputando a Série C e no próximo ano disputarão a Copa do Nordeste. O Cordino tem apenas 7 anos e já mostrou ao povo do Maranhão sua força, garra e determinação”, afirmou.      

PERSEGUIÇÃO E CPI

No pronunciamento, Rigo Teles mostrou que ficou claro a perseguição da FMF contra os times do interior, especialmente contra o Cordino, de Barra do Corda, que não pode contar com a força total da torcida para conquistar o cobiçado Campeonato Maranhense de Futebol 2017. O parlamentar revelou que centenas de torcedores não foram a Imperatriz assistir ao jogo, porque não tinham condições financeiras ou não podiam deixar frequentar o trabalho no dia 29.  
Para Rigo Teles, a FMF nos envergonha por que tem sido constantemente criticada a nível nacional e nas redes sociais.  “A CPI vai apurar o que e porque houve adiamento de jogos, as mudanças de localidades com o campeonato em andamento e outros problemas causados pela FMF ao Sampaio Corrêa,  Cordino, Moto Clube, Maranhão, São José, ao Bacabal e outros. A CPI vai passar a FMF em pratos limpos e mostrar o resultado dos possíveis desmandos ao povo do Maranhão”, promete. 
    
Postar um comentário