28 março 2018

Padre da Comissão Pastoral da Terra é preso por extorsão e assédio sexual


Padre José Amaro era considerado braço direito da missionária norte americana Dorothy Stang, assassinada em 2005. Ele é investigado por extorsão, ameaça, esbulho possessório e assédio sexual.

Polícia Civil investiga o envolvimento do padre José Amaro nos crimes de extorsão, ameaça, assédio sexual e esbulho possessório, quando uma terra é tirada do dono de forma violenta. Ele foi preso na rodoviária de Anapu, no sudoeste do Pará, na manhã desta terça-feira (27). O padre é ouvido durante esta manhã na sede da Superintendência Regional da região do Xingu, em Altamira.

O religioso é uma das mais influentes lideranças da Comissão Pastoral da Terra na região de Anapu, marcada por conflitos agrários. José Amaro era considerado braço direito da missionária norte americana Dorothy Stang, assassinada em 2005, e deu prosseguimento ao trabalho depois da execução dela.

O bispo emérito Dom Erwin Krautler, da Prelazia do Xingu, esteve no local e informou apenas que o caso é acompanhado pelo advogados da institução. A Comissão Pastoral da Terra informou que, por enquanto, não vai se pronunciasr sobre o assunto.

Durante a operação, foram cumpridos ainda mandados de busca e apreensão na casa e na paróquia do padre, que fica em Anapu.

fonte.G1
Postar um comentário