22 setembro 2018

ITZ: Palestras em escolas reforçam conscientização no trânsito

Atividade visa reduzir acidentes no perímetro urbano


 por Gil Carvalho

As ações de conscientização de alunos de escolas públicas e privadas foi intensificada desde terça-feira, 18, com o lançamento da Semana Nacional de Trânsito, SNT, no auditório do Sest Senat, na BR-010. Evento é promovido pela Prefeitura de Imperatriz, coordenada pela Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes, Setran.

De acordo com o secretário Leandro Braga, com o tema "Nós Somos o Trânsito", campanha têm objetivo de reduzir o número de acidentes, informar e educar os condutores de veículos para tornar as ruas mais seguras em Imperatriz. Palestras para crianças e adolescentes foram realizadas nas escolas Santa Luzia e Getsêmani, no Bairro Santa Rita. Também estão programadas, até dia 25, blitz educativa nas avenidas Dorgival Pinheiro e Getúlio Vargas, Centro.

“Temos intensificado, desde o começo da gestão do prefeito Assis Ramos, atividades de conscientização de motoristas, estudantes e da comunidade, com palestras nas empresas, escolas e ruas”, destaca. Ele observa que a campanha educativa incentiva à adoção de boas práticas no trânsito, além de mostrar a responsabilidade de cada motorista.

A agente de trânsito Cristina Rodrigues assinala que crianças da creche Príncipe da Paz, na Rua Principal, Parque Alvorada II, aderiram ao projeto “Agente de Trânsito Mirim” e participaram nesta sexta-feira de várias atividades no ‘circuito simulado de trânsito’. “Queremos que todos reflitam e se tornem multiplicadores de um trânsito mais seguro, pois é com educação no trânsito que as pessoas ficam mais conscientes nas vias”, detalhou.

A coordenadora de Educação para o Trânsito, Teresinha Miranda, enfatiza que os alunos participaram de atividades recreativas sobre sinalização, travessia segura na faixa de pedestres e meios de transportes. “De forma inédita, a gestora da creche, professora França, resolveu implementar na escola o projeto, para educar crianças, motoristas e moradores do Parque Alvorada”, concluiu.
Postar um comentário