17 junho 2019

Excesso de beicinho do prefeito Assis atrapalham a cidade de Imperatriz


Anel viário foi prometido pelo governo do Estado, mas Assis Ramos, mesmo sem ter asfaltado 1 km de via em dois anos, diz que vai fazer 

Nem a aula da semana passada do ex-prefeito Sebastião Madeira, num programa de rádio local, foram o bastante para o atual prefeito Assis Ramos, entender que a cidade de Imperatriz precisa de parcerias e não de picuinhas. 

O modelo de rivalidade implantando pelo gestor de uma cidade que mal consegue pagar fornecedores (com muito atraso ainda) e a folha com risco enorme de não conseguir pagar o décimo terceiro salário, atrapalha toda a cidade, e população é a que mais sofre. 

O anel Viário, por exemplo, foi uma das promessas do governo do estado para este ano de 2019 (veja na imagem), além de outas que estão sendo executadas. Para a surpresa de muitos, o prefeito Assis Ramos anunciou a semana passada a construção do “Anel Viário”, mesmo sem projeto, sem ter licitado e sem saber como vai gastar mais de 3 milhões para executar desde a terraplanagem até o asfaltamento da via. 

Desde o inicio da gestão a prefeitura não conseguiu asfaltar mais que 1 quilometro de via e a única ação que é propagada como um grande feito e ainda choramingado a ajuda do estado, foi a operação tapa-buracos. Nessa peleja, a prefeitura só conseguiu colocar 1 (uma) equipe, enquanto o governo trabalha com 5 (cinco) equipes. 

Nos bairros a promessa é a mesma de 2 anos atrás e o ‘engenheiro sol’ ainda não teria colocado o time em campo. Portanto, como a prefeitura entra na frente de uma obra se mal consegue tapar os buracos da cidade? 

Os discursos de Assis, não passam de ladainhas programadas entre “falta de recursos” ou “Nunca se viu uma chuva como essa”, e mesmo com vários dias de observação do engenheiro sol, ainda não é possível enxergar qualquer operação de serviços na proporção da propagação midiática. O verbos no futuro; Serão, virão, são discursos cansados na gestão Assis. 

Na verdade, a população cansou de ouvir picuinhas, jargões e desculpas esfarrapadas... 



Nenhum comentário: