10 julho 2019

Assis volta atrás e diz não ter condições de construir Anel Viário


Sem projeto ou recursos, Assis foi instruído a voltar atrás e passar a obra para o Governo do Estado por não ter condições de construí-la. 

Após criar polêmicas em torno da construção do Anel Viário  - avenida que  supostamente ligaria a Pedro Neiva de Santana à BR 010 passando pela Vila Machado - o  prefeito Assis Ramos acordou de mais um lapso e assumiu que não terá condições de realizar a obra. 

A obra foi anunciada com festa a menos de 30 dias (13/06) tempo suficiente para recuar de todo o malabarismo midiático, passar a patrol e deixar mais de 25 centímetros de 'poaca' de lambuja para os moradores daquela região.

O governo municipal tem tido lapsos desde o dia que iniciou. Sem planejamento, sem orçamento e sem estratégias -  apenas gogó -  Assis Ramos vem se tornando o principal comediante em vídeos e anúncios de obras que não se concretizam e poucas iniciam. No caso do Anel Viário, a prefeitura se quer tinha projeto ou orçamento ao anunciá-lo, como já 'cantava a pedra' o adjunto Rafael Heringer.

Assis Ramos entrou em contato com o Secretário Clayton Noleto e com o presidente da Agencia Metropolitana, Frederico Ângelo,  após ser aconselhado por um engenheiro que, jamais ele deveria ter puxado a responsabilidade pela obra.


Nenhum comentário: