04 julho 2019

Secretário de Saúde entregou cargo antes da abertura da CPI


De uma conduta ilibada e de carreira médica inquestionável, o médico Alair Firmiano pode ter cansado de remar contra a maré de um governo fraco e deteriorado por denuncias de corrupção. 

O Médico Alair Firmiano, ainda secretário de saúde do município de Imperatriz, teria entregue o cargo ao prefeito Assis Ramos antes de aprovado a CPI da saúde na Câmara de vereadores. Com a aprovação e a instauração, Assis Ramos pediu para o médico ficar no cargo até o fim do processo. 

Com a CPI nati-morta, Alair Firmiano pode estar prestes a deixar o cargo. 

A revelação é mais uma demonstração do descontrole que se tornou a gestão do prefeito Assis e praticamente confirma que por trás pode realmente existir o sindicato de negociatas que fogem ao controle de secretários. Segundo uma fonte de dentro do governo, uma pessoa sem cargo comissionado seria o negociador de todos os contratos inclusive o da CATHO, que culminou com a abertura da CPI. 

Fora do poder do secretário Alair e teoricamente sem saber como contratos transcendem valores naturais de outrora e operados escabrosamente através de despensa de licitação, a saída do médico atesta que secretários estão realmente assinando cheques em branco para o executivo. 

Apesar de parecer um atestado de deterioração do sistema, a ação impetrada pelo Ministério Público contra o município, publicada ontem pelo blog (veja aqui), sob a aparência de estar supostamente tentando resolver o problema da saúde, pode, na verdade, ter o objetivo de desfigurar e ganhar tempo, tirando a ação que circula em Imperatriz de um campo onde a articulação da prefeitura teria perdido.

O médico Alair Firmiano é um dos poucos que ainda estabelece alguma credibilidade na prefeitura. Homem de conduta ilibada e de exercício médico inquestionável, Alair pode ter sido levado ao erro e ainda ter acreditado que o grupo que comanda a prefeitura de Imperatriz, realmente teria algum interesse em mudar a realidade da cidade. Com o passar do tempo, fica evidente que Alair suportou enquanto pode, mas naturalmente não pode exterminar sua credibilidade conquistada com muito trabalho no meio social a preço de nada. 

Nenhum comentário: