08 outubro 2019

Em ação inédita, Caravana MusiLibras percorre o Nordeste ensinando música para surdos


Idealizado pelo músico e educador Mestre Batman, projeto leva inclusão para crianças e jovens surdos das capitais do NE. No Maranhão, projeto oferece atividades nos dias 07, 08 e 10 de outubro. Oficina gratuita conta com apoio do Rumos Itaú Cultural

Música e inclusão para crianças e jovens surdos de todas as capitais do Nordeste. Estes são os principais objetivos da Caravana MusiLibras, iniciativa idealizada pelo músico e educador Irton Silva, conhecido artisticamente como Ras Batman Alagbê. Através de uma metodologia criada pelo Mestre Batman, chamada MusiLibras, os alunos vão aprender a tocar instrumentos de percussão. Até o final do ano, a ação terá passado por Teresina, Imperatriz, São Luís, Fortaleza, Natal, João Pessoa, Recife, Maceió, Aracaju e Salvador. A realização da Caravana MusiLibras conta com o apoio do Rumos Itaú Cultural 2017-2018.

Nos dias 7 e 8 de outubro, a Caravana MusiLibras chega em São Luís (MA), na Escola Municipal Integral Bilíngue, e no dia 10, na Escola Municipal de Educação Bilíngue para Surdos Professor Telasco Pereira Filho, em Imperatriz (MA). As inscrições gratuitas podem ser feitas no local, dias e horários da oficina. A atividade é destinada a crianças a partir dos 10 anos, adolescentes e jovens. Estão disponíveis 20 vagas para cada turma.

Durante as oficinas, os alunos serão apresentados à metodologia MusiLibras, que utiliza um alfabeto musical em forma de sinais visuais para identificar as figuras de tempo da música e um sequenciador eletrônico de quatro canais. O equipamento criado pelo Mestre Batman constrói frases rítmicas com lâmpadas de cores e tamanhos diferentes, possibilitando trabalhar a intensidade e duração do som. Este dispositivo recebeu o nome de Metrônomo Visual e foi reconhecido como uma tecnologia assistiva na educação musical brasileira. “Tudo isso para mostrar que a música pode nos levar a lugares onde ser diferente é muito normal, e que os limites existem nos ouvidos de quem ouve e não nas mãos de quem toca”, explica o Mestre Batman.

Após a realização das aulas em cada uma das capitais do Nordeste, a Caravana MusiLibras também realizará uma apresentação aberta ao público com os participantes das oficinas. “A ideia é trabalhar a autoestima dos alunos e mostrar que a música pode fazer parte da cultura surda”, conta o Mestre Batman. E, com a proposta de despertar o interesse de mais educadores surdos e ouvintes em levar a prática musical para a comunidade surda, a iniciativa vai realizar o workshop “Fazendo música com e para surdos” para apresentar as funcionalidades das técnicas e ferramentas pedagógicas da metodologia MusiLibras.

Trajetória – Após a criação da metodologia MusiLibras e do Metrônomo Visual, Mestre Batman realizou várias ações de formação por diversas cidades do país, como Salvador, Vitória, Londrina, Florianópolis, Rio Branco, Belo Horizonte, Rio de Janeiro e São Paulo. Atualmente, é na capital paulista em que estão concentradas as atividades do Instituto Som da Pele, entidade sem fins lucrativos, fundada pelo Mestre Batman, com a proposta de difundir música para a comunidade surda. Ainda no Recife, onde o projeto surgiu 2009, montou o grupo Batuqueiros do Silêncio, que também se apresentou por várias cidades do país, com destaque para a Cerimônia de Encerramento das Paraolimpíadas no Rio de Janeiro, em 2016.

Sobre o Rumos Itaú Cultural

Um dos maiores editais privados de financiamento de projetos culturais do país, o Programa Rumos, é realizado pelo Itaú Cultural desde 1997, fomentando a produção artística e cultural brasileira. A iniciativa recebeu mais de 64,6 mil inscrições desde a sua primeira edição, vindos de todos os estados do país e do exterior. Destes, foram contempladas mais de 1,4 mil propostas nas cinco regiões brasileiras, que receberam o apoio do instituto para o desenvolvimento dos projetos selecionados nas mais diversas áreas de expressão ou de pesquisa.

Os trabalhos resultantes da seleção de todas as edições foram vistos por mais de 7 milhões de pessoas em todo o país. Além disso, mais de mil emissoras de rádio e televisão parceiras divulgaram os trabalhos selecionados.

Nesta edição de 2017-2018, os 12.616 projetos inscritos foram examinados, em uma primeira fase, por uma comissão composta por 40 avaliadores contratados pelo instituto entre as mais diversas áreas de atuação e regiões do país.

Em seguida, passaram por um profundo processo de avaliação e análise por uma Comissão de Seleção multidisciplinar, formada por 21 profissionais que se inter-relacionam com a cultura brasileira, incluindo gestores da própria instituição. Foram selecionados 109 projetos, contemplando todos os estados brasileiros.

Serviço*:

Oficina MusiLibras

São Luís (MA)

Dia 7 de outubro

Das 14h às 17h

Dia 8 de outubro

De 8h às 11h e das 14h às 17h

Local: Escola Municipal Integral Bilíngue

Endereço: Avenida Dom Delgado, S/N, Alemanha – São Luís/MA

Classificação indicativa: 10 anos

Inscrições: nos dias, horários e local da oficina

Número de pessoas: 20

Imperatriz (MA)

Dia 10 de outubro

De 9h às 12h e de 14h às 17h

Local: Escola Municipal de Educação Bilíngue para Surdos Professor Telasco Pereira Filho

R. Henrique Dias, 651-653, Parque Santa Lúcia

Classificação indicativa: 10 anos

Inscrições: no dia, horário e local da oficina

Nenhum comentário: