09 novembro 2019

Pr. Cavalcante pode ter usado caixa 2 na campanha de Deputado... E agora?!


Doação registrada na campanha do Deputado e Pr. Cavalcante teria sido paga em dinheiro. Manobra usada para burlar gastos de campanha não contabilizado é conhecida como caixa 2.

Um pastor de Açailândia ameaçou não assinar documentos após saber que teria alugado um veículo tipo camioneta para a campanha eleitoral do Pr. Cavalcante, que se elegeu a Deputado Estadual, e verificar que o comprovante constava doação e não aluguel.

O pastor que alugou o veiculo disse que não poderia assinar pois estaria indo contra o que ele considera fundamental para um pastor, a honestidade. Mesmo assim os documentos, segundo informações colhidas por este editor, teriam sido enviadas ao TRE (tribunal regional eleitoral) como doação.

A denuncia de um provável caixa 2 na campanha do Pr. Cavalcante ocorre em meio a polêmicas sobre o modelo opressor implantado na COMADESMA e que se identifica com assédio Moral praticado em grandes corporações, mas justificado como tal de uma obediência cega e submissão ao líder, jargão utilizado para oprimir e impor condições aos religiosos.

A eleição da COMADESMA que se aproxima tem sido motivo de muitas polêmicas e revelações bombásticas nos bastidores da Assembleia de Deus, principalmente pela regalias as famílias dos líderes, bem parecidas com a baderna de Eli. A eleição da COMADESMA, no entanto, passa a ser um divisor de águas para o futuro do Convenção. Mesmo com chances de reeleição, por conta da pressão que tem ocorrido em cima dos pastores convencionais, Cavalcante terminará esse processo desgastado e principalmente, com o histórico manchado pelo autoritarismo e controle bem parecido com principados, onde até o filho possui privilégios oligárquicos e esbanjam, assim como os 'filhotes' do Pr. Raul, em carros de luxo e sem "pregar um só prego na barra de sabão".





E quem fizer oração contrária vai pro inferno. -Víboras!





Nenhum comentário: