23 julho 2020

Ildon ouve profissionais e sociedade para construção do Plano de Governo


O pré-candidato a prefeito de Imperatriz, Ildon Marques, iniciou na noite de ontem (22) uma série de reuniões com o tema: "Imperatriz, sem tempo a perder!", que tem por objetivo debater os problemas da cidade com profissionais de vários seguimentos e sociedade afim de construir um plano de governo direcionado as demandas de curto, médio e longo prazo, ações importantes que foram reprimidas ou abandonadas ao longo de outras gestões e ações consideradas urgentes para a sociedade.

Profissionais da área da saúde, como médicos de diversas áreas, odontólogos, enfermeiros e outros, participaram, manifestaram suas sugestões e opiniões e se comprometeram em construir ideias que serão inclusas ao PG (Programa de Governo).

Foram abordados temas relacionados a Exames Laboratoriais e as dificuldades de marcação, coleta e entrega de exames. A dificuldade de resolver a problemática das cirurgias eletivas. Na área de cirurgia plástica foi apresentado a correção labial entre outras demandas consideradas de fácil resolutividade mas que esbarram na burocracia, assim apontou o médico Dr. Paulo, especialista da área.
O médico Bene Camacho, secretário na gestão Ildon apontou os avanços na época mas que foram abandonados ao longo dos anos. "Zeramos as cirurgias eletivas", disse. O médico ainda aponta a falta de gestão na saúde como principal motivo para deficiência em todo o sistema. "Criamos o socorrão, e após tantos anos o único Hospital ainda, é o que criamos. Ildon já alertava sobre a necessidade de construção de um hospital próprio", contou. 

Ildon encerrou contando sobre vários aspectos a necessidade de construir ações dentro da valorização humana, principalmente. "Uma cidade se forma de pessoas, não de carros e asfalto. Não podemos construir asfalto se não respeitamos a vida, as pessoas, não valorizamos o ser humano quando ele precisa de hospital e educação", frisou. 

Ildon lembra que deixou um terreno na na Avenida Pedro Neiva de Santana nas proximidades do Macro Regional e mais 500 mil reais de convênio para a construção de um hospital do municipio. "Alertamos ha muito tempo que o Socorrão e o Socorrinho, os dois criados em nossa gestão, não serviam mais para atender, e ainda hoje o que Imperatriz tem é o mesmo hospital que deixei", disse.

As reuniões com a sociedade e com profissionais se estenderá a outras categorias da área da saúde, educação entre outros e concluirá na construção do PG (Programa de Governo) totalmente direcionada a demanda fundamentais e urgentes em Imperatriz.

Nenhum comentário: