15 fevereiro 2013

Caso Ana Paula: Hospital Regional, um erro após outro...


Tivemos acesso a um material que justifica a luta da familia de Ana Paula e contradiz a entrevista dada pelo médico que atendeu a paciente que veio a óbito na maternidade do Estado, na cidade de Imperatriz.

Ana Paula foi mais uma vitima do Hospital Regional
O caso ocorreu no ultimo dia 26, quando a gestante Ana Paula deu entrada no Hospital Regional Materno Infantil, que é mantido pelo Governo do Estado e administrado por uma Oscip, mas que teve sua cirurgia realizada somente na segunda-feira, e mesmo assim, após uma série de complicações e um eclampse, o hospital não disponibilizava de UTI e nem de sangue. Somente aí, mostra uma série de problemas e erros durante o atendimento da paciente que veio a falecer. (Veja mais aqui)

É interessante constar neste caso, que o mesmo grupo que gere o Hospital Regional é o mesmo que administra 20 UTI’s do Estado, localizada no Hospital Unimed de Imperatriz.
É preciso o quanto antes, que aja uma preocupação do Ministério Publico para que fiscalize estes casos, inclusive monitorando os dados relativos a pacientes que são vitimados por conta da negligencia médica ou por maus profissionais.

Em um Hospital particular da cidade, neste sábado, uma paciente deu entrada por conta de um mal estar, e ao ser atendida e colocada em observação, sofreu uma parada cardíaca no momento em que era medicada por uma enfermeira. Esse caso como fica?
Não é possível que tenha que haver mais vitima de profissionais despreparados e descompromissados para que a justiça tome providencias e comece a fiscalizar todas as mortes ocorridas nos hospitais da cidade.

Na segunda-feira apresentaremos mais noticias sobre o caso Ana Paula, simplesmente para que este sirva de exemplo, infelizmente.
Postar um comentário