15 fevereiro 2013

MAIS DE 50 MIL PESSOAS PRESTIGIARAM O CARNAVAL DE PORTO FRANCO EM 2013


MAS OS ADVERSÁRIOS TEIMAM EM QUERER ATINGIR A BOA IMAGEM DA ADMINISTRAÇÃO E DA BELA E HOSPITALEIRA PORTO FRANCO

Inconformados com a previsível derrota no último pleito de 2012, adversários políticos do ex-prefeito Deoclides Macedo e da Deputada Valéria Macedo (PDT), liderados pelo médico Nelson Horácio (PRB), pelos deputados estaduais Antônio Pereira (DEM), conhecido como "vampiro da saúde" e Léo Cunha(PSC), estão empenhados numa sórdida campanha da mídia marrom, meramente opinativa e completamente descolada dos fatos, de péssima qualidade do ponto de vista da escrita e da ética jornalística, promovida por um blogueiro de Imperatriz ligado ao presidente da Câmara Hamilton Miranda(PSD), tudo com o espúrio propósito de atingir a boa imagem da atual administração e da bela e hospitaleira cidade de Porto Franco.
Durante a campanha eleitoral de 2012 o tal blogueiro, uma espécie de“pistoleiro da blogosfera”, dizia que seria o fim do grupo Macedo de Porto Franco, que Nelson iria ganhar, que tinha apoio do governo, que a administração era ruim, etc. e tal.
Vieram as eleições e as “profecias”do desqualificado blogueiro, que pousa de jornalista mais uma vez não se realizaram. O candidato de Deoclides e Valéria Macedo ganhou as eleições com folga apenas do derrame de dinheiro público feito em Porto Franco e inicia um bom governo realizando o que já ficou conhecido como o melhor carnaval do interior do Maranhão.  
Nomeados os secretários, o tal blogueiro disse que as nomeações eram todas da “grande família”, sem qualidade, etc. e tal. Se avaliar-se imparcialmente o rol de secretários de Porto Franco pode-se constatar que uma equipe da mais alta qualidade técnica e política.
Agora o blogueiro venal volta-se contra o Carnaval de Porto Franco, um dos melhores do Maranhão e que vem crescendo a cada ano, seja colocado como uma festa bagunçada onde reinou a violência, etc.
Nessa empreitada a pistolagem da blogosfera tenta em vão passar a ideia negativa da cidade de Porto Franco, escrevendo notinhas depreciativas, ora contra a cidade, ora contra Deoclides, o prefeito Adersinho e até mesmo a deputada estadual Valéria Macedo (PDT).
Mas não adianta, as pessoas que conhecem Porto Franco sabem que o município é um dos mais desenvolvidos do estado do Maranhão, com os melhores indicadores sociais na Educação, na Saúde, na Assistência Social, umas das melhores infraestrutura municipais do estado.
Quanto ao carnaval de 2013, este foi sucesso absoluto de público e de economia para o município. Mais de 50 mil pessoas passaram pelo carnaval durante o cinco dias da festa de momo na bela Porto Franco, que se estabelece como uma cidade do agronegócio e do turismo de eventos. E mais de 2 milhões de reais ingressaram no município em 2013.
Uma coisa é verdade e não se pode negar: em 2013 o carnaval de Porto Franco bateu todos os recordes de público. A cidade foi literalmente tomada por turistas de inúmeras cidades do estado, do Tocantins, do Goiás, de Brasília, etc. Era uma mar de gente na aconchegante Porto Franco.  
Foi tanta gente no carnaval de 2013 em Porto Franco, que o comércio e os serviços sofreram um “choque de demanda” por serviços de hotéis, restaurantes, bares, clubes, pousadas e até serviços financeiros da rede bancária, a qual conta com agências do Banco do Brasil, Banco do Nordeste e Bradesco.
A cidade foi literalmente tomada por turistas, coisa linda de ser ver. “Em razão da enorme procura por serviços de hotelaria, restaurantes, comida, bebida, serviços bancários, precisamos nos preparar desde já para o carnaval de 2014, pois o nosso carnaval não é mais de Porto Franco é seguramente o melhor carnaval das regiões sul e centro do Maranhão”, afirmou o secretário de Cultura do Município Edivan.
Na quarta-feira de cinza ainda teve o bloco dos barraqueiros "Agora é nóis de novo", composto por donos de bares, hotéis, ambulantes, enfim, daqueles que trabalharam para outros se divertissem com as festas.
A economia de Porto Franco recebeu uma turbinada de mais de 2 milhões, segundo avaliação do Secretário de Cultura do Município. Dinheiro limpo, da indústria do turismo veio para no Porto Franco.
Sobre violência, segundo a polícia local não houve nenhuma ocorrência grave durante os quatro dias de festa. Apenas um caso isolado de um Policial inconsequente que efetuou um disparo de arma de fogo, para o alto e outro policial militar que sacou uma arma para o alto. Ambos devem responder administrativa e penal pelas suas ações.
Ou seja, as únicas ocorrências dizem respeito a segurança pública função do estado, infelizmente ruim em todo o estado do Maranhão.
O policial inconsequente teve sua arma apreendida em Imperatriz, cidade onde o mesmo está lotado, foi o que informou o Comandante do 3° BPM Coronel Edeilson.  Apesar de o fato ter ocorrido naquela cidade, área de responsabilidade do 12° Batalhão que é localizado em Estreito, o comandante convocou o policial para prestar esclarecimento.
Considerando que o referido policial estava foro de serviço deve o Ministério Público de Porto Franco apurar sua responsabilidade penal pela sua tresloucada ação de portar arma em pleno bloco de carnaval.
Além da responsabilidade penal, segundo o Edeilson o mesmo será alvo de uma sindicância e caso se confirme que estava participando da briga e que tenha praticado algum excesso sofrerá as penalidades do regimento interno da corporação, ou seja, deve responder administrativamente pelo seu comportamento.
Em síntese, o carnaval foi um sucesso absoluto de público e de crítica, os incidentes ocorridos dizem respeito apenas ao papel do Estado na segurança pública e ao “choque de demanda” por serviços de hotéis, restaurantes, bares, supermercados, etc. Quem esteve em Porto Franco no carnaval sabe como foi um grande carnaval que já entrou para a história do município.
Fonte: Blog do Josué Moura. (Fotografias gentilmente fornecidas pelos sites:www.portofrancofmonline.com 
Postar um comentário