30 julho 2013

Federação dos Médicos convoca greve contra o governo federal

A Fenam (Federação Nacional dos Médicos) convocou para esta terça-feira (30) paralisações e manifestações por todo o país contra a medida provisória que estabelece o programa "Mais Médicos" e os vetos da presidente Dilma a partes da lei do Ato Médico.
Alguns Estados, como São Paulo, irão aderir à greve apenas na quarta-feira (31), segundo a entidade.

Ainda não há balanço do total de Estados que participaram da manifestação nesta terça.
No caso de São Paulo, os profissionais devem fazer uma passeata com concentração a partir das 16h na sede da Associação Paulista de Medicina --rua Francisca Miquelina, 67, na Sé--, seguindo pela av. Brigadeiro Luís Antônio, Paulista e pela rua da Consolação até a sede do Cremesp (conselho regional de medicina), no número 753 da via.
A Fenam afirma que realizará uma marcha em Brasília no dia 8 de agosto, quando ocorrerá uma audiência pública no Congresso a respeito do "Mais Médicos".

PAUTAS
O programa "Mais Médicos", criado por medida provisória elaborada pelo governo federal e que aguarda aprovação pelo Congresso, pretende importar profissionais da saúde de outros países e ampliar em dois anos os cursos de medicina.
A lei do Ato Médico estabelece quais são os procedimentos privativos dos profissionais da medicina. Os vetos da presidente Dilma diminuem a quantidade de atos que devem ser realizados exclusivamente pela categoria.
Os vetos podem ser derrubados pela maioria absoluta dos parlamentares de ambas as casas do Congresso.

Folha.com
Postar um comentário