25 agosto 2013

SÃO JOÃO DO PARAÍSO: Zé Aldo culpa os cachaceiros pela inercia da sua gestão...

O prefeito de São João do Paraíso, Zé Aldo, deu uma demonstração do que não deve ser incluído no protocolo de um evento. 

Na inauguração da rodovia Ma- 330, liga as cidades de Porto Franco ao S. J. do Paraíso, o prefeito resolveu lavar toda a roupa suja da cidade, colocando toda a culpa das desgraças e a da inercia da administração municipal nos cachaceiros que viviam de bar em bar falando mal do seu governo, constrangendo muitos que esperavam que os discursos fossem mais conciliadores, até por conta da própria agenda politica e a presença do representante do governo.

Ex-prefeito, condenado por irregularidades na prestação de contas do exercício 2008, em função de disparidades em torno de mais de 2 milhões, também chegou a ser preso preso pela operação Usura, da policia Federal. 

Zé Aldo tem um grande problema para enfrentar nesses quatro anos. Como obras inacabadas, inadiplência do municipio e falta de legitimidade politica. Zé Aldo foi eleito com apenas 28% por cento dos votos, ajudado por uma divisão histórica da oposição.

No discurso onde culpou os cachaceiros do municipio, Aldo teve a grata surpresa de ter que ouvir no seu microfone para que ele mostrasse o seu trabalho realizado nesses 8 meses de gestão.
Constrangimento à parte, o município de São João do Paraíso ainda tem escolas e outros elefantes brancos que foram iniciados ainda na antiga gestão do mesmo prefeito, e até hoje não foram concluídas.

Com a lavagem de roupa, Zé Aldo tem demonstrando seu desejo de permanecer apenas com seus 28% de aceitação, ou se não, deveria justificar por que ao invés de conciliar saiu atirando para cima de todos e culpando até os "cachacinhas" pelo que ele nunca conseguiu fazer no Paraíso.

Esse é o retrato político de São João do Paraíso
Postar um comentário