13 janeiro 2014

BOMBA: EMPRESÁRIO DENUNCIA NA POLICIA ONDA DE EXTORSÃO PRATICADA POR ALGOZES DA REDE TV

Equipe usa emissora de TV para praticar extorsão e usa vereadores para alimentar suas denuncias pré-fabricadas com intuito de denegrir a imagem de empresários imperatrizenses.

O empresário e diretor da empresa VBL, Denis Policarpo, registrou na Policia Civil a semana passada e também denunciará, amanhã (12), no Ministério Público, uma queixa crime contra o apresentador e proprietário da rede TV, Connor Fárias e seu assessor conhecido pela alcunha de Emerson e contra o vereador Carlos Hermes.

Apresentador foi denunciado por extorsão
O motivo, segundo o BO (boletim de ocorrência) é chantagem, perseguição e extorsão promovida pela dupla.  Emerson, que se intitula assessor do apresentador seria o comparsa do aliciamento e que garantiria o recebimento do lucro promovido pelo ato criminoso, que será investigado e pode ter lesado mais empresários da cidade.

O CRIME_

As ameaças começaram ainda em Dezembro, após o empresário desistir de veicular comercial da sua empresa na emissora do jornalista.  Com essa decisão também começaram as extorsões, relatou, promovida pelo tal Emerson, que chegou a enviar várias mensagens via SMS (celular) com insinuações que citam os ataques que seriam promovidos por Connor na tv, e ameaçou: “Agora é com o Connor, eu não posso fazer nada, nossa conversa termina aqui”.

Para surpresa do empresário, logo que começou as perseguições promovidas pelo apresentador e seu assessor, estranhamente também começou as entrevistas do vereador comunista, Carlos Hermes, que com usa denuncias infundada, com ‘resquinho’ de aproveito eleitoral, (assim como ocorreu no ano passado com o levante Fora VBL, patrocinadas pelo parlamentar). O empresário lamentou que o vereador tenha sido usado para alimentar o projeto criminoso do jornalista, e diz não entender o porque de tanto ódio do vereador, mas afirmou que também vai representar o parlamentar.

O empresário se sente lesado com a onda de difamação e disse que vai formalizar a denuncia no MP (Ministério Publico) contra o apresentador, sua equipe de extorsão e também contra o vereador comunista.

CAMPANHAS DIFAMATÓRIAS_

Quem acompanha ou já foi vitima de perseguição promovida pelo apresentador, como o caso do prefeito de Imperatriz, Sebastião Madeira, sabe exatamente ele quer e como usa personagens da política, como o caso dos vereadores inocentes da oposição, para patrocinar ou satisfazer as suas necessidades criminosas. No caso do empresário da VBL, que não aceita tais investidas do apresentador, decidiu que vai enfrentá-lo com a mesma impiedade, inclusive, com a respectiva ação criminal.  

A denuncia crime é a primeira de muitos anos de extorsão e crimes praticados dentro de emissoras de TV e por supostas personagens que não se enquadram em perfis jornalísticos, mas usam, criminosamente, um canal para proporcionar uma desmoralização de políticos e empresários, a fim de conseguir seu objetivo e até construir fortunas em função disso.

O cerco está se fechando.
Postar um comentário