05 fevereiro 2016

Prefeitura de Imperatriz inaugura primeiro Centro de Artes e Esportes Unificados



O Programa visa promover a cidadania em territórios de alta vulnerabilidade social

Em clima de festividade o primeiro Centro de Artes e Esportes Unificados (CEU) do Sul do Estado foi entregue nessa quarta-feira (03) à população de Imperatriz. Sendo um dos 7 empreendimentos a serem implantados em todo o Maranhão, Imperatriz garante cultura, esporte e lazer para as famílias do Bairro Bom Jesus, do habitacional Dom Felipe Gregory entregue no mesmo dia para 342 famílias e toda a vizinhança.

O CEU faz parte do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) do Governo Federal em parceria com os munícipios, no qual visa promover a cidadania em territórios de alta vulnerabilidade social, com a oferta de ações culturais, práticas esportivas e de lazer, formação e qualificação para o mercado de trabalho, serviços socioassistencias, políticas de prevenção à violência e de inclusão digital, através de um espaço público conjugado por vários ambientes.

Em Imperatriz, o CEU tem 3.000 m², ou seja, um espaço enorme, com dois edifícios compostos por biblioteca, cineteatro/auditório com 60 lugares, telecentro, laboratório multimídia, salas de oficinas, espaços multiuso, pista de skate, quadra poliesportiva coberta, playground, pista de caminhada, equipamentos de ginástica e espaço recreativo.

Vale destacar que um dos grandes atrativos do local, também é a presença de um Centro de Referência em Assistência Social (CRAS), que acompanhará as famílias em situação de vulnerabilidade social, auxiliará a participação em programas sociais, bem como facilitará na inclusão e encaminhamento para outras políticas públicas. Este é o sexto CRAS implantado na cidade, o quinto do governo Madeira.

Os servidores lotados para o CEU que ainda não haviam conhecido o espaço, participaram do evento e ficaram impressionados. “O Centro tem um grandioso espaço físico, vai dar para fazer um excelente trabalho com as famílias e promover grandes projetos”, destacou a psicóloga Claudene Cardoso.

A gestão do empreendimento será realizada pela Secretaria de Desenvolvimento Social (SEDES) que tem como titular da pasta Miriam Ribeiro, que garantiu os melhores profissionais para o local, no sentido de que os espaços de esporte, cultura e lazer sejam bem aproveitados na promoção da inclusão e responsabilidade social, sobretudo em beneficio das crianças e dos adolescentes.

Rosangela Pereira Lima, de 38 anos e moradora do bairro, ficou emocionada com o espaço. “Além de ter realizado o sonho da minha casa, fiquei muito feliz com aquele espaço. Maravilhoso, amei o local, até chorei”, disse emocionada
Postar um comentário