.

.

21 abril 2017

Acusado por estupro volta para cadeia por desobediência

A imagem pode conter: 1 pessoa, em pé A Delegacia Regional de Imperatriz cumpriu o pedido de prisão preventiva contra Agnaldo Junior Rodrigues Silva. Ele é suspeito de ter estuprado e mantido em carcere privado um jovem no mês de Janeiro, após ter saído de uma festa.

O pedido da prisão foi feito pela Juiza Ana Lucrécia da 2ª Vara Criminal de Imperatriz, após representação do Delegacia Regional e parecer favorável do Ministério Publico, levando em consideração o requisito da garantia da ordem pública e o fato do réu não ter cumprido obrigações impostas quando do deferimento da liberdade provisória, após ter sido liberado na audiência de custódia.

Segundo o laudo do médico legista, foi confirmado, na época do crime, a conjunção carnal e diversos sinais de violência no corpo da vitima, dentre os quais, sinais de esganadura.


Postar um comentário