.

.

09 maio 2017

Educação Inclusiva divide experiencias entre educadores e cuidadores de alunos autistas em João Lisboa


Pelo menos duas vezes por mês, educadores, pais e a comunidade participam de uma oficina de trabalho onde são apresentados as experiencias através de palestras, da convivência em sala de aula com alunos com (TEA) transtorno do espectro autista. Os métodos aplicados, a evolução do comportamento e aprendizado também são considerados.

O projeto visa manter a evolução na capacitação de cuidadores educacionais e profissionais de apoio para a educação inclusiva do município. No auditório da Secretaria são tratados em pontos considerados fundamentais na educação, que são a inclusão, a permanência, a interação e o respeito, explica a Coordenadora do Departamento de Educação Inclusiva, Odineia da Conceição. Ainda auxiliam o programa as supervisoras Iranir Sampaio e Maria José Oliveira. 

Ao todo são mais de 160 alunos assistidos pelo programa a mais de quatro anos e recebe todo o suporte e apoio da Secretaria de Educação e ainda o amparo legal da Lei  12.764/12 (Lei Berenice Piana) que Instituiu a Política Nacional de Proteção dos Direitos da Pessoa com Transtorno do Espectro Autista (TEA) e Estabeleceu as diretrizes para que esta Política se concretizasse.

A coordenadora Odineia da Conceição, explica que este plano de ação visa preparar os cuidadores educacionais e profissionais de apoio para atuar com qualidade para atender as necessidades dos alunos do TEA. Além da Secretaria de Educação - com a parte pedagógica, há uma integração com as Secretarias de Ação Social e Secretaria de Saúde com auxílios médicos e psicológicos, explica.

Postar um comentário