24 abril 2018

Pastor acusado de pedofilia em João Lisboa tem prisão decretada

Pedro Luis era pastor a
2 anos no povoado
A polícia Civil da cidade de Açailândia busca cumprimento de mandado de prisão contra o Sr. Pedro Luis [até então Pastor do Povoado Capemba D´água] pelo crime contra a dignidade sexual de vulnerável, mais conhecido como pedofilia. 

Segundo informações obtidas pelo blog com exclusividade, agentes da Polícia Civil estiveram hoje (24) pela manhã no povoado Capemba e na cidade de Açailândia, com o objetivo de prender o acusado.


A família registrou queixa e denunciou no Conselho Tutelar o envolvimento do ex-Pastor com a criança através de conversas via whatsapp (abaixo). Rapidamente as conversas tomaram as redes sociais causando indignação e alvoroço, inclusive no povoado.

 O pastor acusado, saiu do povoado às pressas e procurou a entidade de pastores (COMADESMA) de Açailândia no qual é vinculado, vindo a confirmar as conversas. 

Segundo a assessoria da COMADESMA, o pastor foi imediatamente afastado das atividades pastorais e aberto o processo de expulsão. “Não podemos aceitar tal comportamento por parte de um pastor”, explicou um assessor jurídico da COMADESMA. "Estamos tomando todos os cuidados com a família atingida por esta grave situação", finalizou.

Pela agressividade dos áudios e dos print's que se espalharam na internet, vamos divulgar apenas esse conteúdo para que os leitores possa ter dimensão do diálogo.

Segundo informações que obtivemos de pessoas que conhecem o ex-pastor, o mesmo já comandou grandes congregações em Açailândia e era muito conhecido, exatamente por isso causou espanto e ao mesmo tempo indignação pelo ocorrido. 








Nenhum comentário: