Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




O Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada é um dos órgãos sérios no país.
4reproducao Bruno disse que Deus o salvou do suicídio. Não foi Deus. Foi o Brasil que coloca a culpa na mulher pelos estupros. E que lhe oferece contrato para voltar a jogar. Apenas quatro anos após ter sido o mentor do assassinato de Eliza Samudio. Que país é esse?Seus estudos são referência.
Ele acaba de
 divulgar o resultado de um deles.
“Estupros no Brasil: uma radiografia segundo os dados da Saúde."
Foram ouvidas 3.810 pessoas.
65% foram mulheres.
Os números são impressionantes.
As perguntas foram diretas.
"Mulheres que usam roupas que mostram o corpo merecem ser atacadas?"
A maioria dos entrevistados, 42,5% disse sim.
"Se as mulheres soubessem se comportar haveria menos estupros."
Outra vez, a maioria concordou, 35,3%.
A sociedade brasileira acredita que as vítimas são culpadas...
A divulgação da pesquisa acontece com uma triste coincidência.
Quando a revista Placar anuncia uma exclusiva com Bruno.
Mais uma vez o ex-goleiro foi ouvido na cadeia.
Ele foi condenado por sua participação na morte de Eliza Samudio.
Tem de cumprir 22 anos e três meses de prisão.
A própria advogada de Eliza expôs o que pensava dela.
"Era uma Maria Chuteira teimosa."
Anie Ferreira da Silva Farah sabe o que diz.
Ela detalhou a admiração de Eliza pelos jogadores de futebol.
O encanto que despertava na sua cliente a vida de fantasia e luxo.
Não esconde que ela viu na ligação que tinha com Bruno uma escada social.
Principalmente depois que engravidou do goleiro.
Mas foi justamente quando o sonho se transformou no maior dos pesadelos.
De acordo com os depoimentos de Eliza, Bruno foi claro.
"Ele mandou que eu tomasse remédios para provocar o aborto.
Eu tomei, mas não deu certo."
A partir daí, ela começou a pedir dinheiro ao jogador.
As ligações eram constantes e Bruno cada vez mais agressivo.
Por uma questão de segurança, a advogada mandou que ela deixasse o Rio.
E viesse ter o filho em São Paulo.
Mas as ligações e mensagens no celular de Eliza continuaram.
Até que um dia Bruno a teria chamado para ir ao Rio.
Ele queria conhecer o filho e colocar um fim na questão.
Daria a ela um apartamento em Belo Horizonte.
Anie teria insistido para ela não ir.
Não confiava em Bruno.
Mas Eliza foi e nunca mais voltou.
Luiz Henrique Ferreira Romão, amigo de Bruno entrou em cena.
O 'Macarrão' teria contratado um ex-policial.
Marcos Aparecido dos Santos teria como missão matar Eliza.
E esconder todos os vestígios do seu corpo.
Macarrão revelou que Bruno tinha plena consciência do que iria acontecer.
O ex-jogador negou por muito tempo, mas finalmente admitiu.
"Eu sabia e imaginava o que iria acontecer com ela."
Macarrão foi condenado a 15 anos de prisão.
Bola nunca confessou.
Mas pegou 22 anos por morte e ocultação de cadáver.
Bruno, 22 anos e três meses.
Homicídio, ocultação, sequestro e cárcere privado, as acusações.
O ex-jogador teve sua pena aumentada em sete meses.
Brigou com dois detentos.
E teria dito ao coordenador do seu pavilhão.
"Eu mando pegar e matar fora da cadeia também."
A previsão é que possa pedir sua liberação em agosto de 2020.
Passar ao regime semiaberto.
Mas ele quer antecipar esse prazo.
E sair para jogar futebol.
Assinou em fevereiro contrato com o Montes Claros.
Time que disputa a Segunda Divisão do Campeonato Mineiro.
Assinou por cinco anos.
2reproducao12 Bruno disse que Deus o salvou do suicídio. Não foi Deus. Foi o Brasil que coloca a culpa na mulher pelos estupros. E que lhe oferece contrato para voltar a jogar. Apenas quatro anos após ter sido o mentor do assassinato de Eliza Samudio. Que país é esse?
O contrato já está registrado na Federação Mineira.
E no BID da CBF.
O clube alega ser possível que ele treine e jogue.
Desde que escoltado por policiais.
Seus salários seriam de R$ 1.430,00.
E multa rescisória de R$ 2,8 milhões.
Bruno está preso no Complexo Penitenciário Nelson Hungria, em Contagem.
Para voltar aos campos deveria ser transferido para Montes Claros.
A justiça não analisou ainda o pedido.
Mas Bruno está fazendo sua parte.
Mostrando que os quatro anos que está preso já serviram como castigo.
À Placar ele disse que esteve disposto a se matar.
Mas Deus o salvou, Deus...
"Tentei o suicídio. Amarrei o lençol na ventana, que é alta, coloquei no pescoço e saltei. Mas a corda arrebentou e eu caí no chão. Olhei para o lado e tinha uma bíblia, que um policial tinha me dado ainda no Rio de Janeiro. Foi Deus que não permitiu que eu me matasse."
Tenta melhorar sua imagem.
"Muita gente acha que, por ter sido jogador de futebol, eu tenho regalias aqui. E não tenho. Pago um preço alto pela fama. Já costurei bola aqui dentro. Tem muito jogador que gosta de colocar a culpa na bola. Mas agora eu conheço cada ponto da bola. Sei quando o cara está dando migué. A bola aqui do presídio não é ruim, não."
Lógico que depois pede para ser liberado.
"Me deixem jogar."
O machismo da sociedade brasileira e Bruno estão ligados.
Mais do que se imagina.
Encontrei um funcionário da Federação Paulista de Futebol no mês passado.
Ele me chama e diz que deseja falar de Eliza Samudio.
Me pede sigilo, mas faz questão de repetir em voz alta.
"Ela era uma Maria Chuteira de primeira. Estava sempre nos jogos importantes caçando jogador de futebol. Principalmente nos estádios aqui de São Paulo. No Morumbi, Pacaembu. Conseguia entrar onde jornalistas não chegam. E trocava telefones com atletas. Vivia pedindo caronas para eles. Lamento que ela tenha morrido. Mas ela era uma grande Maria Chuteira. Estava sempre de saia curtinha, salto alto, blusinha apertada. Estava procurando. E achou."
Disse como se fosse justificativa pelo assassinato.
Se fosse um dos jurados, inocentaria Bruno.
E teria prendido, mesmo morta, Eliza.
O futebol brasileiro é muito preconceituoso.
Os tempos são outros.
Se as mulheres são mais liberais não podem ser mortas por isso.
Ou se fuzile de vez todas as Marias Chuteiras do país.
3reproducao8 Bruno disse que Deus o salvou do suicídio. Não foi Deus. Foi o Brasil que coloca a culpa na mulher pelos estupros. E que lhe oferece contrato para voltar a jogar. Apenas quatro anos após ter sido o mentor do assassinato de Eliza Samudio. Que país é esse?
Não fosse o machismo no futebol...
Os sinais de desequilíbrio de Bruno seriam levados a sério.
Bruno tentou defender Adriano.
Ele teria trocado empurrões com sua então noiva Joanna.
"Qual de vocês (jornalistas), que é casado e nunca brigou com a mulher? Que nunca discutiu e que nunca até saiu na mão com a mulher?"
Bruno era titular do Flamengo.
O clube era presidido por uma mulher, Patricia Amorim.
A repercussão da sua declaração foi sorrisos cúmplices.
Muita gente no clube da Gávea concordou.
Bruno ganhava cerca de R$ 200 mil.
Estava sendo oferecido a clubes europeus.
E sonhava com a Seleção Brasileira.
Enquanto isso era pressionado por Eliza.
A ameaçou várias vezes de morte.
Ela aceitou falar ao jornal Extra.
Deixou um depoimento que foi seu testamento.
O depoimento é um soco no estômago da sociedade.
Um aviso do que iria acontecer.
Ela disse que se morresse a culpa seria de Bruno.
Registrou queixa e mesmo assim não adiantou.
Algo inacreditável.
Apenas quatro anos depois...
O mentor confesso de sua morte quer voltar a jogar.
Já tem até contrato assinado e registrado na CBF.
Que pais é esse?
É o Brasil que coloca a culpa do estupro na mulher.
Eliza Samudio morreu não porque Bruno é um psicopata assassino.
Mas porque era Maria Chuteira.
Ela se enforcou e se enterrou embaixo de uma placa de cimento.
Bruno que cumpra a sua pena.
Pague pelo que fez antes de voltar à sociedade.
No mínimo em 2020, o que ainda é uma pena muito branda.
Assim como os dirigentes do Montes Claros têm a obrigação de raciocinar.
E pensar no que estão fazendo ao dar um contrato para Bruno.
Que olhem bem para suas mulheres e filhas.
Pensem em Bruninho, com a mãe assassinada a mando do pai.
Não avó do menino implorando aos assassinos.
Pedindo que revelem onde está o corpo.
Para ao menos poder ter o direito de enterrar a filha.
E eles insistem em dizer não.
Não é possível tanto descaso com a vida humana.
Ou talvez seja....
A pesquisa do IPEA tem a explicação...
1reproducao18 768x1024 Bruno disse que Deus o salvou do suicídio. Não foi Deus. Foi o Brasil que coloca a culpa na mulher pelos estupros. E que lhe oferece contrato para voltar a jogar. Apenas quatro anos após ter sido o mentor do assassinato de Eliza Samudio. Que país é esse?

Por Cosme Rimoli-R7

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:56


A decisão deconceder um prazo para os ‘conselheiros paredistas’ retornar às atividades, sobpena de serem substituídos por seus suplentes, é do CMDCA (Conselheiros Municipalda Criança e do Adolescente) que devem usar a lei que criou o conselho pararesolver o impasse. 

Os conselheiros estão em greve desde a segunda-feira (24).

Em matéria publicada no jornal online 'do minuto' os conselheiros estariam reivindicando  melhores condições de trabalho, que incluiriam: estrutura física, utensílios e manutenção do veículo de trabalho. Além disso, os servidores também exigem reajuste salarial, adicional noturno, adicional de periculosidade e horas extras, mas, segundo informações prestadas ao blog, o CMDCA tomou a decisão principalmente pornunca ter recebido qualquer reivindicação dos titulares do conselho, e decidiuque a paralisação seria ilegal, também porque os conselheiros não  poderiam requerer aumento através de paralisação,visto que eles exercem cargos eletivos e não recebem salários, e sim subsídios. É como se os vereadores de Imperatriz,de repente, resolvessem paralisar as atividades para requerer aumento aoexecutivo, sendo assim, a única forma de requerer aumento seria buscandoalterar a lei através da câmara de vereadores. 


Baseado nisso,o demais conselheiros decidiu que, a paralisação estaria atrapalhando oobjetivo fim da criação dos ‘conselhos tutelares’, ‘de atender crianças eadolescentes e aplicar medidas de proteção’, e solicitou a volta imediata doatendimento, sob pena do CMDA decretar a vacância do cargo e convocar o segundocolocado para assumir a área afetada.


O caso dos conselheirosse assemelha ao de outras entidades que tentam obter aumento realizando paralisaçõestodos os anos, mas, sem o conhecimento de direitos e respectivamente dos seuslimites, buscam de forma precipitada e desinformada obter vantagens nãoamparadas por lei.

Não bastasomente conhecer o ECA.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:11


Adeputada estadual Valéria Macedo (PDT) e seu marido, o advogado Marco AurélioGonzaga Santos, receberam em sua residência em Imperatriz, na últimasexta-feira (21), o líder comunitário e suplente de vereador (1.316) do PMDB,Antonio Vieira de Sousa, o popular “Guimar”. Na ocasião, o líder comunitário daNova Imperatriz manifestou seu apoio à reeleição da parlamentar pedetista eambos fecharam um compromisso de marcharem juntos na eleição deste ano.

Natural de Lago do Junco-MA, Guimar mora em Imperatriz desde 1971, tendo comoprofissão a de fotógrafo, sempre atuando nos movimentos políticos e também comoliderança comunitária e sindical (Sindicato dos Fotógrafos), num dos maioresbairros da segunda maior cidade do Maranhão, a Nova Imperatriz, Guimar disse quaisas suas expectativas em relação ao seu apoio à deputada.



“Eu tenho uma expectativa muito boa em relação à Dra. Valéria Macedo: primeiropor ser mulher, eu acredito muito nas mulheres, por ser atuante, conforme temosassistido seu trabalho na Assembleia; segundo por ela ser da nossa região, tertambém residência em Imperatriz, juntamente com seu marido, que é vizinho ecolega (advogado) do meu filho Hernandez. Tenho certeza que juntos vamos fazerum trabalho dignificante que trará resultados positivos para sua eleição edepois mais atuação parlamentar em favor de nossa cidade e região”, disseGuimar, que estava na ocasião acompanhado de seu filho, o jovem advogado FábioHernandez, que também se prontificou a apoiar a reeleição de Valéria.


A deputada Valéria Macedo disse que “Guimar é uma liderança popular de grandeimportância e que pretende e merece ser vereador em Imperatriz, sendo que seutrabalho é reconhecido pela população. Tanto isso é fato que por muito pouconão se elegeu vereador nas últimas eleições municipais”. “Guimar é um lídersensível aos seus eleitores, especialmente os mais necessitados. Estou muitofeliz e acredito no êxito total dessa aliança”, completou. (Assessoria)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:18



A prefeitura de João Lisboa prepara o processo burocrático para darinicio a reforma e ampliação do mercado municipal. O contrato para liberaçãodos recursos foi assinado pelo prefeito Jairo Madeira, junto a Caixa EconômicaFederal, e são provenientes de emenda parlamentar do Deputado Federal HelioSantos (PSDB).



A emenda visa, ainda, a aquisição de máquinas agrícolas que devem beneficiaros pequenos produtores da região, além de recursos para a pavimentação de ruas.Jairo Madeira destacou a importância da emenda para a cidade, que vaibeneficiar feirantes e pequenos produtores, e disse que vai continuar buscando recursos;“A gestão municipal tem a preocupação de detectar as demandas sociais e buscar resolvê-las,junto aos nossos representantes na esfera Estadual e Federal, pois, vejamos que,projetos simples como a reforma do mercado e a aquisição de máquinas agrícolasvão contribuir com toda a escala econômica, desde o produtor, o feirante até oconsumidor, que terá um local mais arejado para fazer suas compras”, completou. 

O prefeito de João Lisboadestacou, ainda, o potencial econômico da cidade proporcionado através de sua extensaárea rural, e disse que boa parte dos produtos provenientes de atividade hortifrutigranjeira; como hortas, granjas, pomares,como também, pequenas e grandes criações de porcos e gado, são consumidos porcidades da região e no próprio município, e frisou; “A participação do poderpúblico em ações como a conservação das estradas vicinais, o auxilio no manejodo solo, através de equipamentos cedidos ao pequeno produtor e o acompanhamentotécnico, realizados em parceria com a Secretaria de Agricultura, tornam essasatividades econômicas da agricultura familiar e do pequeno produtor, maiscompetitiva no mercado e mais acessível à população”.

          

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 02:30


Quinta-feira, 20 de março de2014, foi marcada por apreensão e euforia para as dezenas de moradores dobairro Vila Davi II, que deste às 13 horas daquela tarde, lotavam asdependências do Fórum de Justiça Henrique de La Rocque, esperando o início dahistórica audiência de justificação, designada pelo juiz da 4ª Vara Cível, Dr.Marcelo Testa Baldochi.

Como a sala de audiência do Fórum é pequena, os moradores se comprimiram noscorredores do 2º piso e nas escadarias do prédio.

Marcada para iniciar as 15 horas, a audiência de justificação tinha comofinalidade demonstrar ao juiz que os moradores da Vila Davi II, representadospela Associação Comunitária, assistida pelos advogados da Secretaria Municipalde Regularização Fundiária (SERF), tinham a posse mansa e pacífica do imóvel eque, mesmo assim, corriam risco concreto de sofrerem violência, inclusive demorte.

“Vamos ter calma e aguardar com resignação. A verdade vai prevalecer e aJustiça não nos faltará”, dizia o secretário de Regularização Fundiária deImperatriz, Dr. Daniel Pereira de Souza, tentando apaziguar os ânimos dosmoradores.

Curiosamente, a parte requerida no processo, representando a Associação dosAmigos de Davi Alves Silva”, mesmo regularmente intimada, deixou comparecer.
 
Secretário Daniel Sousa conversa com moradores

Depois de ouvir testemunha e apreciar os documentos juntados no processo,dentre os quais se destacam “termo de doação assinado pelo ex-deputado DaviAlves Silva “ e Boletim de Ocorrência dando conta que o barracão da AssociaçãoComunitária, usado pelos moradores, foi queimado e destruído, o juiz, emaudiência, sentenciou, deferindo a liminar de posse.

“Vislumbram-se satisfeitas as hipóteses do art. 927 do CPC, razão pela qualconcedo a liminar para manter o autor e seus associados na posse do imóveldescrito na matricula 9309 do 7º Ofício Extrajudicial (Vila Davi)”, sentenciouo juiz Marcelo Testa Baldochi, arbitrando multa diária de 5 mil reais caso hajao esbulho ou a turbação dos imóveis da comunidade de Vila Davi II.

O anúncio da decisão, feita na porta do Fórum, pelo secretário de RegularizaçãoFundiária de Imperatriz,  Daniel Souza, foi festejado como um troféu. Aspessoas vibravam. Algumas, visivelmente comovidas, choravam, copiosamente.

“Estou feliz, mais feliz que vocês, porque o que eu no passado conquistava noconfronto campal, na luta pela terra e pela moradia, como militante político,hoje conquisto com a Lei, fazendo justiça a quem precisa de justiça. Acrediteique íamos vencer e vencemos. A Vila Davi II é de todos que moram lá e não de umgrupo esperto de especulador de imóvel, que espreitava a comunidade na vãtentativa de reaver uma terra que em 1997 foi doada pelo então deputado FederalDavi Alves Silva, que, se vivo tivesse, estaria ao lado de vocês”, dizia, emtom inflamado, o secretário de Regularização Fundiária, desafiando aqueles quetentavam tomar os lotes e as casas da população de Vila Davi II.

O presidente da Associação Comunitária de Vila Davi II, Antonio Marcos daConceição, falou diante da multidão que a vitória na Justiça só havia sidoconseguida graças a sensibilidade e a disposição dos advogados da Secretaria deRegularização Fundiária Urbana, e a dedicação pessoal do secretário, DanielSouza.

“Fomos atendidos e tratados como gente. O pessoal da Secretaria teve aqui,andou pelo bairro, instalou uma máquina para facilitar a extração de cópia dosdocumentos da população e, depois, entrou na Justiça. O próprio secretárioassistiu a audiência e nos tranquilizou o tempo todo, dizendo que as provas doprocesso davam direito pra gente. Estamos muito satisfeitos com esse trabalho.Se não fosse isso não sei o que seria da gente”, disse o líder comunitário,Antonio Marcos, reconhecendo a importância da Serf.

 


Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:30

Eliziane Gama: a hora da decisão…

por Holden, em 23.03.14
http://blog.jornalpequeno.com.br/johncutrim/files/2013/11/Eliziane.jpgPor Bruno Mezenga*
É inegável todo o desejo e energia que a Deputada Eliziane Gama dedicou até o momento ao projeto político da sucessão estadual.
Pelo olhar de Eliziane mais que um projeto de poder, passa um projeto de nova política.
Muitos intelectuais, artistas, membros dos movimentos sociais, jovens e trabalhadores entendem que a sociedade brasileira chegou a um impasse; evoluiu, sem dúvida, economicamente, mas socialmente ainda nos encontramos amarrados a estruturas perversas de segregação social.
Para se ir além, para transcender essas amarras, para desatar estes nós que nos impedem de desfrutar os benefícios da verdadeira cidadania precisamos superar a questão política. Este é o Desafio. Ou se muda a forma como se faz política no Brasil, ou continuaremos atados a realidade cruel da falta de Educação, de Saúde, de Infraestrutura, da corrupção endêmica (dentro e fora do governo), da carga tributária imoral, da falta de cidadania.
Esse movimento de mudança, capitaneado nacionalmente por Marina Silva e consubstanciado na candidatura presidencial de Eduardo Campos, tem sua expressão local materializada na pré-candidatura da Deputada Eliziane Gama.
A Nova Política contrapõem-se ao pragmatismo fisiológico e patrimonialista vigente desde sempre, mas também não aceita se apequenar em um projeto de “poder pelo poder” com matizes ideológicas anacrônicas e visões quase messiânicas de lideranças salvadoras.
Eliziane encarna o desafio, se coloca entre duas grandes estruturas de poder e diz, claramente ao Maranhão que é chegada a hora de evoluir politicamente através de uma pré-candidata que tem a cara e o jeito de nossa gente.
Política como deve ser, e não como é. Política como deve ser, e não como é possível fazer.
Para concretizar o projeto de pré-candidatura e fazer com que este projeto alcance seu objetivo (o de levar às massas a ideia da Nova Política) é necessário a formação de uma coligação que viabilize tempo mínimo de televisão, afinal Eliziane tem algo a dizer, mas precisa dos meios para se comunicar.
Muitas e frustrantes tentativas de coligação foram tentadas, todas devidamente rechaçadas ora pelo grupo político da “política como ela é”, ora pelo grupo da “política como pode ser”…
Assim, chega-se ao momento atual.
Eliziane está neste sábado, 22, na cidade de (e que nome de cidade mais apropriado para este momento) SALVADOR.
Vai encontrar com Marina e Eduardo, vai escorada por Roberto Freire, e terá que, claramente, dizer aos mentores e capitães do projeto nacional de NOVA POLÍTICA, que, agora, depende deles.
Ela fez sua parte. Foi até aonde teve forças para ir, foi além de onde muitos imaginavam que ela poderia ir…
Agora veremos se Marina Silva e Eduardo Campos permitirão que o sonho da Nova Política se torne realidade no Maranhão, ou se partiremos para a “política como pode ser”.
Com a palavra Marina Silva e Eliziane Gama.
*vice-presidente do PPS em São Luís

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 02:30

Toda a classe política de Imperatriz, principalmente os 'muvuqueiros' (aqueles que gostam de tomar uma gelada e debater os temas politicos),ainda tenta entender o porquê da ausência dos petistas conservadores daqui daVila, na inauguração da SUZANO, ocorrida na quinta-feira (20), já que, se fazia presente no evento, a 'petista maior' ilustre Dona presidenta Dilma.

Não se sabe ainda, se por acaso, a assessoria teria enviadoo convite via SEDEX, aquela extensão dos CORREIOS que um dia funcionou acontento, atrapalhando assim a presença glamorosa dos vermelhinhos e suasestrelas no evento.

São muitas as especulações, que também se deparam com o posicionamentoda ala conservadora, que ainda insiste em acreditar que o partido; - quaseextinto da cidade e sem nenhuma expressão politica -, possa sobreviver contra oposicionamento do líder maior e espelho de toda a história e malandragem; OLula.

Mas, é preciso, ainda, com essa ausência do petismo municipalno evento, onde ocorre um sentimento desprezado e de abandono, que fosse realizado um ato contra o SEDEX 10, e contra essa revoltante anuência da assessoria, e ainda, realizar um levante contra esse boicote estatal, inclusive, que a presidenta revesse as atividades da sua assessoria, as ações e a execução dos trabalhos, e que condicionasse seus salários a produção e qualidade nos serviços prestados.

Não é fácil entender tal ausência, visto, ainda, que são aliados e fundadores na construção desse baluarte ético, que é o PT. Merecendo até uma manifestação mais dura, como uma greve de fome e um pedido de retratação por parte daassessoria da presidenta.

Esse é o PT de Imperatriz, esquecido até pela presidenta petista.



Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:29

Precoce...

por Holden, em 18.03.14
A decisão da governadora de continuar ou não no comando do governo do Estado, além de trazer 'ares' especulativos, na capital do Estado, também gera um grande celeuma de debates no interior, como ocorre aqui, em Imperatriz. A questão é que, dependendo do possível processo de uma eleição indireta ou não, da eleição do candidato do governo, ou não, também haverá uma mudança de estratégias dos pretensos pré-candidatos ao palácio Henrique de La Roque, como dos vereadores Esmeradson de Pinho (PSDB) e Hamilton Miranda (PSD), que, juntos, acreditam ser os escolhidos do governo. 

Apesar da fila ainda estar um pouco 'as avessa', visto que o debate sobre a sucessão municipal não ser a prioridade, aliados, especialmente do governo antecipam o tema, e como é natural, os desgastes também.

Para Hamilton, as mensagens e gestos feitos desde o primeiro mandato, até podem lhe credenciar para obter apoio de uma provável eleição de Luis Fernando ao governo, o que também pode não ser contido se, por acaso, o candidato da oposição vir a ser eleito, por outro lado, nenhum desses apoios, mas o voto, lhe daria uma eleição. Já para Esmeradhson, ainda não é possivel esperar o vereador pela porta da frente, em nenhuma das sessões. Como pré-candidato a sucessão de Madeira, como o próprio afirma, a aliança com o Deputado Antonio Pereira, pode, e deve ser, um dos pesos contra o objetivo do vereador, já que o deputado, além de ter jogado do lado oposto, na ultima eleição, ainda foi uma das 'personas non grata' do inicio do mandato de Madeira. 

Se a politica é realmente de sinais, vejamos, então, se essa é a grande hora de retroceder na fila com o debate sobre a sucessão municipal e principalmente, rever os conceitos, alianças e acordos que podem ser o fiel. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:19

Toque de reunir

por Holden, em 18.03.14
Dora Kramer


Dora Kramer - O Estado de S.Paulo

O senador Aécio Neves não tem a ilusão de que os atritos do governo possam levar o PMDB a mudar formalmente de lado na eleição, mas já se prepara para fazer um "chamamento forte" aos dissidentes do partido.
Na visão dele, o governo terá o que quer: os pouco mais de quatro minutos de tempo de televisão, que fazem a presidente Dilma Rousseff engolir sapos a mancheias.
A mesma certeza já não se aplica ao empenho das máquinas estaduais do PMDB País afora na reeleição de Dilma ou à fidelidade de deputados, senadores, dirigentes e candidatos pemedebistas à decisão da convenção.
Certo de que a direção do partido não terá como conter a insatisfação explícita da dissidência, o candidato do PSDB acha que poderá contar com pelo menos uma boa parte da mobilização do PMDB em sua campanha.
Antes de lançar o apelo, que obviamente terá referência às antigas lideranças pemedebistas como o avô Tancredo Neves, Aécio precisa ter consolidadas negociações em andamento sobre alianças com candidatos do partido nos Estados e um ambiente que seja reconhecido como um porto seguro (notadamente na economia) por vários setores da sociedade.
A segurança ele pretende transmitir exibindo cada vez mais seu "time". Gente que trabalha na linha de frente do programa de governo e na retaguarda da campanha. Vários desses nomes aos poucos vão aparecendo ou ao lado do candidato ou em eventos do partido.
Dois dos mais assíduos: Armínio Fraga e José Roberto Mendonça de Barros. A ideia de Aécio é que à medida que esse pessoal que participou da elaboração e execução do Plano Real e do governo Fernando Henrique for aparecendo, a candidatura vá conquistando a confiança do mercado.
Na comemoração recente dos 20 anos do Real, toda a equipe participou de um seminário onde se discutiu a política econômica com duras críticas ao atual governo. No próximo dia 1.º de julho, quando se comemoram duas décadas da entrada em circulação da moeda, haverá atos em todas as capitais.
Na política, seu maior ativo será justamente o ex-presidente, que em campanhas presidenciais anteriores foi "escondido" pelo partido devido aos baixos índices de popularidade.
FH terá papel, ainda não definido, mas de destaque. Há quem no PSDB defenda que ele integre a chapa como vice de Aécio, possibilidade considerada muito remota. Dependeria da vontade do ex-presidente.
Essas conversas surgiram depois que pesquisas qualitativas feitas pelo PSDB em 19 Estados indicaram uma recuperação expressiva da imagem de Fernando Henrique, principalmente entre os jovens e no eleitorado de São Paulo.
No meio político, teria a vantagem de ser um conciliador, ao contrário de Dilma Rousseff. Nessa seara, contudo, terá um adversário de peso na figura do ex-presidente Luiz Inácio da Silva, também visto nesse mundo como dono de atributos opostos aos da sucessora.
A despeito das especulações, nenhum dos dois seria candidato a vice na chapa de seus candidatos. Isso contrariaria qualquer lógica. Eles foram presidentes. Não faria sentido concorrerem como linha auxiliar numa disputa em que um está necessariamente fadado à derrota e quem ganha, de fato não leva.
Não entra mosca. Calada (em público), a bancada do PT na Câmara observa os colegas do PMDB reclamarem de falta de prestígio e diálogo por parte do Palácio do Planalto.
O silêncio deve-se em parte ao reconhecimento de que há desapreço ao Congresso de maneira geral, mas deve-se também a um sentimento de injustiça que o partido por dever de ofício não pode vocalizar.
Um de seus destacados integrantes explica a razão do desconforto: "O único partido da base que não indica ministro é o PT. Quem indicava era o Lula e hoje é a Dilma, muitas vezes com o aval de Lula".

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:30

DENÚNCIAS DE MAL ATENDIMENTO, SUBORNO OU PROPINAS, SEGUNDO APURAMOS, FAZEM PARTE DO DIA A DIA DA REPARTIÇÃO QUE É DIRIGIDA POR INDICAÇÕES POLÍTICAS

  1ª CIRETRAN de Imperatriz
Os problemas de mal atendimento e outras denúncias na 1ªCircunscrição Regional de Trânsito de Imperatriz-CIRETRAN,responsável por fiscalizar o trânsito de veículos terrestres, determinar o cumprimento  das normas para formação e fiscalização de condutores na  jurisdição que compreende além de Imperatriz os municípios de  Amarante do Maranhão, Buritirama, Carolina, Cidelândia, Campestre do Maranhão, Davinópolis, Feira Nova do Maranhão, Governador Edson Lobão, Imperatriz, João Lisboa, Montes Altos, Porto Franco, Ribamar Fiquene, São João do Paraíso, São Pedro da Água Branca, São Pedro dos Crentes, Senador La Roque, Sítio Novo e Vila Nova dos Martírios, parecem não ter fim.  A  cada nova gestão que surge à frente da circunscrição as reclamações só aumentam. 

Cansado de esperar ao longo dos anos, o presidente do Sindicato dos Taxistas, Joca Assunção, diz não ver nenhuma perspectiva de que o atendimento seja humanizado e que as pessoas que buscam resolver seus problemas na documentação do seu veiculo, seja, de fato, solucionado.
 
Joca Assunção
Segundo Joca, a péssima gestão a frente da 1° CIRETRAN passou a atingir a categoria dos taxistas, quando, por quase 10 dias ficou impossível de fazer emplacamentos por falta de lacre das placas: “Temos companheiros que não podem fazer viagem pra fora da cidade  em seus veículos, mesmo estando com documentos e as placas em mãos, por falta do lacre”, relatou.

Joca explicou que a reclamação ainda atinge, além dos usuários, os escritórios de despachantes e auto-escolas, que são prejudicadas diariamente por falta de organização em todos os setores.

Fomos em busca dessa informação, mas muita gente se nega a falar. Com muita dificuldade encontramos  um proprietário de auto-escola, que confirmou: "Se quiser o documento dentro do prazo tem que pagar extra para os funcionários”, nos relatou sob garantia de ter resguardado o sigilo da fonte, pois receia sofrer atrasos em suas demandas ou represálias em seus processos que tramitam no departamento.

A situação está tão "avacalhada" na CIRETRAN que agindo livremente, talvez com o beneplácito da chefia, uma funcionária chegou a divulgar na rede social facebook que cobraria R$ 50 reais para agilizar o atendimento. Grave isso!

Constatamos que além das exigências de propinas ocorridas diariamente naquela repartição, outro delito grave acontece constantemente, que é a retirada de veículos sem documentação regular. 

E os abusos não param por aí, são tantas as reclamações que já existe uma investigação da policia federal para identificar uma emissão de documentos falsos e o uso de cédulas da própria CIRETRAN. A investigação iniciou após a apreensão por parte da Policia Rodoviária Federal de uma grande quantidade de veículos com o licenciamento em atraso, e que, mesmo assim, dispõe de um documento original (papel moeda) como se estivesse em dia.  
Roberto Bitar (e), que substituiu Frederico Angelo (D). Ambos sob indicação política
A gestão da CIRETRAN é de indicação política, segundo dizem há muito tempo sob a tutela de gentes ligadas ao ex-prefeito Ildon Marques e ao empresário Hassan Yousuf pelas relações políticas destes com o clã Sarney. Atualmente o titular da CIRETRAN, é o Sr. Roberto Bitar, uma figura ausente, que segundo levantamos quase não anda lá, ou pelo menos nunca está para imprensa. Pessoas ligadas ao próprio governo dizem que o diretor não teria condições alguma de gerir o sistema, mas ocupa a pasta por ser uma indicação política.

Segundo informações, quando este fica sabendo que a imprensa quer fazer uma entrevista ou  reportagem, sai do local e deixa  a bola com o assessor chefe, o ex-inspetor da Polícia Rodoviária Federal, João Cleber.

“Sem esperanças de que os problemas da CIRETRAN sejam resolvidos, só nos resta relatar essa situação à imprensa e aguardar que um dia a governadora veja que essa é mais uma das insatisfações  que atrapalham ainda mais a sua aceitação política na cidade”, finalizou o sindicalista Joca Assunção.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:00

Depois de 26 anos de fundação Vila Conceição II, povoado da Zona Rural de Imperatriz, passa a contar com atendimento odontológico em consultório próprio montado na Unidade Básica de Saúde da Comunidade. As instalações que ficaram prontas esta semana foram inauguradas na manhã de ontem (12), com a presença do prefeito Sebastião Madeira, da secretária de Saúde, Conceição Madeira, da coordenadora da Saúde Bucal do Município, Célia Noronha e do vereador Richard Silva (DEM).



Em breves discursos o prefeito e a secretária parabenizaram a comunidade pela conquista e reafirmaram seus compromissos para com os moradores. “Esta é nossa meta como gestores, tanto da Secretaria de Saúde quanto da Prefeitura, estar cada vez mais próximos da Zona Rural, por meio dos serviços que oferecemos a vocês. E na medida do possível, estaremos ampliando mais ainda a cobertura da Atenção Básica tanto na Zona Urbana quanto na Zona Rural”, afirmou Conceição Madeira.

Segundo os moradores que participaram da solenidade é a primeira vez na história da Vila conceição que eles terão atendimento odontológico sem precisar sair da sua localidade. “Estamos muito felizes e agradecidos, pois é uma conquista para nós aqui da Vila, que sempre que precisávamos de atendimento tínhamos que nos deslocar até a cidade”, relatou uma cidadã, informando que já tem atendimento marcado para fazer obturação de um dente.
Josemara Marques, coordenadora da UBS da Vila Conceição II, ressaltou o empenho da secretária de Saúde em atender esta solicitação, que segundo ela é de extrema importância e necessidade para aquela região. “Estamos muito agradecidos Dra Conceição com o funcionamento deste consultório que é uma espera de muito tempo”, agradeceu informando que o consultório tem capacidade de atender até 250 pessoas por mês.

A coordenadora informou que este consultório beneficiará além das pessoas da Vila Conceição I e II; as dos Povoados Jibóaia, Açaizal, Riacho do Meio, Água Boa e Chaparral, totalizando cerca de 500 famílias que contarão 60 atendimentos odontológicos por semana. “Toda segunda e quarta feira juntamente com a Auxiliar de Consultório Dentário (ACD) o dentista atenderá durante todo o dia nesta comunidade. E na terça feira, atenderá no Povoado 1.700”, explica.


Maria Almeida – ASCOM

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 02:07

Sec. ação social presta homenagem
exaltando a lei Maria da Penha
Na tarde desta quarta feira (12/03) a Prefeitura Municipal de João Lisboa por meio da secretaria de Assistência Social realizou uma grande festa para as mulheres do Bairro Norte Sul. 
Fizeram-se presentes a vice-prefeita Maria do Nilson, a secretária de Assistência Social Edna Maria, a vereadora Maria do Sindicato, o vereador Nego da Edna, os funcionários da secretaria de Assistência Social e as mulheres do bairro Norte Sul que foram as homenageadas daquela tarde.
As boas vindas às mulheres foram dadas pela psicóloga Ana Paula que iniciou com uma dinâmica com mulheres que se fizeram presentes no CRAS.
Logo em seguida a psicopedagoga Maria do Carmo fez um breve histórico sobre a vida da Maria da Penha, que após várias tentativas de homicídio por parte de seu marido se encontra tetraplégica, virando símbolo na luta da violência contra as mulheres, “emprestando” seu nome pra Lei mais importante do país no que diz respeito violência contra as mulheres (Lei Maria da Penha). Na oportunidade a Assistente Social Leia Araújo representou a Miss Maria da Penha.
Os funcionários do CRAS fizeram uma simples encenação demonstrando como as mulheres devem agir caso sejam violentadas. “Se chegar ao nosso conhecimento que uma mulher está sendo violentada sempre devemos denunciar. O número para a denúncia de violência contra a mulher é o 180” ressaltou Daniella Ribeiro que trabalha no CRAS e que também foi atriz nesta encenação.
A secretária Edna Maria destacou a importância da valorização do CRAS e parabenizou as mulheres: “Esta homenagem é para todas as mulheres. No princípio as mulheres não podiam nem escolher seu próprio marido e hoje chefiam suas respectivas famílias, e são até representante do povo nos cargos públicos. Parabéns as mulheres por todas as conquistas”.
O vereador Nego da Edna destacou a força das mulheres nos dias atuais e parabenizou-as. A vereadora Maria do Sindicato reconheceu o grande crescimento das mulheres na sociedade através das inúmeras conquistas femininas.
A vice-prefeita Maria do Nilson leu a Palavra de Deus e ratificou que nenhuma sabedoria ou entendimento é válido se não for para ajudar o próximo. “Nós mulheres, temos que cuidar uma das outras. Parabenizo a todas as mulheres do CRAS da Norte Sul e estendo os parabéns a todas as mulheres joãolisboenses” disse a vice-prefeita.
Na oportunidade Maria do Nilson ainda justificou a ausência do Prefeito Jairo Madeira que está em São Luis assinando convênios para melhorias de João Lisboa.
Foram entregues vários presentes para as mulheres através de sorteios e no final do evento foi servido um delicioso lanche.
As mulheres fizeram um Show à parte: Cantaram músicas, fizeram esquetes e até contaram piadas. O grande destaque ficou por conta da senhora Clotilde que com 75 anos de idade participou contando piadas. Todas as mulheres presentes fizeram um pouco de ginástica lideradas pelo Bené que é professor de Educação Física do CRAS.
“A mulher está diretamente em transformação, e nós do CRAS homenageamos todas as mulheres de João Lisboa” finalizou Edna Maria.
Assessoria

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 01:46

O socialismo do século 21 é muito parecido com aquele do século 20. Seu resultado é invariavelmente o mesmo: miséria, caos social, escravidão. As prateleiras vazias costumam ser a sua marca registrada. Filas enormes surgem a todo momento para as coisas mais básicas. A burocracia poderosa se beneficia, um grande mercado negro aparece, e o povo fica de barriga vazia.
Segundo o site Business Insider, os venezuelanos já estão sendo marcados com números nos braços, feito gado, para ter acesso aos poucos produtos nos mercados. É o governo tentando organizar a desgraça que criou, colocar as imensas filas em ordem. São imagens como esta:
Essas filas estariam se formando em cidades menores, não em Caracas (ainda). O racionamento já teve início, com cada um tendo uma quantidade limitada de produtos que pode adquirir. A imagem abaixo, uma fila para o supermercado San Cristobal, a 660 km de Caracas, dá uma boa ideia da situação:
É esse o “progresso” que o PT defende e pretende importar para o Brasil. Para o ex-presidente Lula, isso tudo é fruto do “excesso de democracia” do país vizinho. A presidente Dilma prefere apoiar Maduro em vez de defender o povo nas ruas desesperado em busca de mais liberdade e, como vemos, alguma comida. O socialismo jamais foi capaz de produzir riqueza. Nada mudou. Inclusive a incrível incapacidade de aprender com os erros passados…
Rodrigo Constantino

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:25

ARTIGO: "Um humanismo mais humano"

por Holden, em 07.03.14

 Relendo algumas obras escritas recentemente, como esta da jornalista eprofessora Lya Luft, que também é colunista da revista Veja, e fiquei extasiado e ao mesmo tempo preocupado, primeiramente por ter lido uma das poucas obras que retratam aforma que o ser humano tem se comportado perante seu próximo, e segundo,preocupado por uma obra pequena e tão importante, quase tenha passado desapercebido pormim. Tenho o hábito de guardar artigo,s e as vezes, relê-los no futuro, em outroscasos, quando não os tenho lido, mesmo assim os guardo, e aguardo o momentooportuno de cumprir este oficio, e foi assim que pude ter o privilégio de me deparar com esseartigo simples, e de tamanha importância, no qual reproduzo abaixo;

Um humanismo mais humano

As frases do papa Francisco brotam naturais, sem artificialismo. sempopulismo. sem interesse pessoal nem solenidade — nascidas da sabedoria,experiência, realismo e franqueza, como: "Precisamos de um humanismo menosdesumano" nesta época de "feroz idolatria do dinheiro". Homensassim nos dão alguma esperança de que o país mude. carentes que estamos delíderes confiáveis, cegamente confiáveis, como bons pais devem ser confiáveis.

Talvez, mudando o pensamento geral, segundo alguns conceitos de Francisco, sejapossível arrumar a casa com projetos realistas: recursos existem. Valorizandomais a vida. olhando o bem do povo — que não são apenas os pobres, mas todos osque trabalham tentando construir um lugar mais respeitado e respeitável —, ohumanismo busca o bem do homem. Não preciso especificar "do homem e damulher", pois não somos ignorantes a ponto de não saber que em casos comoesse "homem" é agenérico, não se refere apenas ao ser masculino.Porém parece prevalecer entre nós o humanismo desumano: o desvario da ganância,a luta sangrenta pelo poder, o desrespeito à ética mais elementar, os serviçoscaros, insuficientes, inúteis, desviados de sua função, carentes e pobres.

Recentemente as televisões do país (repetidas no exterior) mostravam médicos eenfermeiros tentando desesperadamente salvar a vida de um paciente no chão deum corredor de hospital. Por falta de aparelho, faziam massagem manual nocoração do doente — no chão de pedra do corredor. Não faltavam médicos:faltavam leitos, aparelhos, limpeza, faltava a essência que possibilitariasalvar aquela pessoa. Outra reportagem mostrava um médico com lágrimas nosolhos que acompanhou uma paciente em vários hospitais, sem conseguir que fosseinternada, e ela, com apenas 45 anos, morreu na sua frente. Não faltou médico:faltou lugar decente para sobreviver ou mesmo para morrer, pois nenhum serhumano deve morrer no chão, como um animal. É desse humanismo desumano,centrado no homem consumista e manipulável, que falava o papa, dizendo aindaque, enquanto houver uma criança passando fome. um jovem sem educação, um velhosem atendimento médico, ninguém deverá dormir em paz, como um pai não dorme empaz se a seus filhos falta o elementar.

Esta coluna sai próximo do Dia dos Pais: ignoremos as propagandas românticasmas mercantilistas. os gestos vazios e talvez hipócritas, e, em cada uma dessasdatas dedicadas a mãe, criança, pai, avós, vamos curtir o afeto. Oagradecimento. As doces memórias para quem os perdeu. O abraço, o telefonema, obeijo, a risada, a alegria, que na correria cotidiana a gente tantas vezesesquece. Pois essas ocasiões, se não contaminadas, podem nos salvar daindiferença ou da selvageria que rondam. O presente pode ser esse telefonema,esse abraço, essa lembrança simples: aliás, quanto mais simples, melhor, poisnão entramos na corrida consumista. não é preciso sermos "maisgenerosos" no preço do presente, mas mais amorosos com nosso pai nessedia.

Quem sabe optando por um verdadeiro humanismo vamos descobrir quem desejamos nopoder: pessoas que não super-valorizem o poder, mas a justiça, a ordem, aeficiência, a misericórdia — que faz parte da grande política; que administremde forma excelente os bens do país que são do povo. de cada um de nós quetrabalhamos para pagar altos impostos com tão pouco retomo, nós que sofremos emorremos nos corredores de hospital, sem boa escola, sem transporte decente,fechados em casa pela insegurança geral, de tantas coisas órfãos.

Essa mudança de pensamento e postura começa na nossa família, no primeiro convívioque nos forma — e dali pode se espalhar como conceito e prática pelascomunidades, pelas cidades, pelo país. Assim veremos que é possível haverlíderes que sejam presença alerta e aberta, trabalhando, acima e além decrenças e ideologias, por mais justiça, dignidade, amparo, crescimento para seupovo — como faz por sua família um pai que não é proprietário nem capataz, masparceiro e cuidador.

(Introdução, HOLDEN ARRUDA)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:00

Foto: Com a morte de Sérgio Guerra, o Brasil perde um dos seus mais extraordinários homens públicos e, a oposição, um dos seus principais líderes. Sérgio Guerra tinha características muito raras nos homens públicos de hoje: culto, idealista e destemido na defesa das suas posições. Perde a política brasileira e perco eu um dos mais queridos amigos que construí ao longo de toda a minha vida.Sérgio continuará sendo para nós do PSDB uma inspiração, para que, aquilo que ele pensava e buscava construir, nós possamos, no futuro, construir: uma nação mais digna, mais justa e mais próspera para todos os brasileiros. Fica, portanto, a nossa homenagem e a minha intensa saudade pela perda desse queridíssimo amigo. - Aécio Neves
 
"Com a morte de Sérgio Guerra, o Brasil perde um dos seus mais extraordinários homens públicos e, a oposição, um dos seus principais líderes. Sérgio Guerra tinha características muito raras nos homens públicos de hoje: culto, idealista e destemido na defesa das suas posições. Perde a política brasileira e perco eu um dos mais queridos amigos que construí ao longo de toda a minha vida.

Sérgio continuará sendo para nós do PSDB uma inspiração, para que, aquilo que ele pensava e buscava construir, nós possamos, no futuro, construir: uma nação mais digna, mais justa e mais próspera para todos os brasileiros. Fica, portanto, a nossa homenagem e a minha intensa saudade pela perda desse queridíssimo amigo."
 
Aécio Neves

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:30

Pág. 1/2





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D