Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]





Decreto será publicado na próxima terça-feira, 11

O prefeito Sebastião Madeira informou neste sábado (8) durante entrevista a TV Difusora Sul que iria publicar nesta semana decreto criando a comissão de transição para trabalhar em parceria com a equipe do prefeito eleito Assis Ramos.
“Fui chamado pelo Ministério Público através dos promotores Albert Lages e Nayma, inclusive eu já ia fazer, mas o MP entrou primeiro e deu até um modelo e vamos publicar o decreto no jornal nesta próxima terça-feira (11) onde constará a comissão da gestão atual e o prefeito eleito que nomeará sua comissão”, disse.
Madeira esclareceu que todas as informações necessárias serão prestadas a equipe do prefeito eleito, recomendação que foi repassada a todos os secretários municipais para que prestem as devidas orientações à comissão de transição do prefeito eleito Assis Ramos.
“Eu responsabilizarei pessoalmente o secretário que criar embaraços, pois não quero que chegue o dia 2 de janeiro e alguém diga que na secretaria tal faltou um clipe; não temos interesse em criar dificuldades e vamos e abrir o governo para a nova equipe”, declarou.
O prefeito Madeira frisou que torce para que Inperatriz dê certo e fez um alerta ao delegado Assis Ramos, inclusive repassando detalhes por telefone, “é preciso muita perícia e jogo de cintura para buscar uma aproximação junto aos governos Flávio Dino e o presidente Michel Temer”.
“O prefeito não tem direito de fazer de nossa cidade um núcleo contra ninguém, pois veja meu exemplo, quando assumi tinha o governador Jackson Lago, que era meu aliado, passou somente dois meses dentro do meu mandato e saiu; veio à governadora Roseana e tive que ter uma relação institucional pelo bem de Imperatriz”, contou.
Madeira elogiou a postura da então governadora Roseana que lhe recebeu em audiência em São Luís. “Ela (Roseana) foi muito descente comigo; ajudou a trazer a Suzano para Imperatriz, pois se não fosse à governadora essa indústria não viria para nossa cidade”, afirma.
O prefeito lembra que a indústria da Suzano estava prevista para ser instalada em Porto Franco, a 100 km de Imperatriz. “Liguei, novamente, para Roseana e fiz um apelo: ajude-me a levar a fábrica da Suzano para Imperatriz. A governadora respondeu: ‘Madeira esse povo me odeia’ – e retruquei pedindo que fizesse esse gesto para com a cidade”, contou.
Madeira disse que após essa conversa a governadora Roseana convocou a direção da fábrica da Suzano e avisou que somente concederia os incentivos fiscais se a indústria fosse construída em Imperatriz. “Roseana também me ajudou com 100 quilômetros de asfalto e viabilizou recursos para custeio da saúde pública”, concluiu.

Gil Carvalho/SidneyRodrigues-ASCOM

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 02:12

O atraso está sob nova direção

por Holden, em 08.10.16
psolO PSOL é o PT com certidão negativa. É o PT de segunda geração.

O partido que comandou a política brasileira neste início do século XXI contempla seu naufrágio. Os ventos sopram, as águas batem e rebatem sobre o convés enquanto a esperança some com o vento, em busca de outro norte. Atacado pela direita e pelo centro, por conservadores e liberais, com seus principais líderes presos ou a caminho do cárcere, o partido afundou em todo o país. Salvou-se no Acre. Os avanços das investigações tornaram inevitável a catástrofe petista. E nada mais fidedigno do que uma eleição municipal para diagnosticar essa catástrofe. Eleições municipais são minuciosas. Com a intensidade das tensões locais, elas envolvem centenas de milhares de campanhas e transcorrem em 5,5 mil municípios. É a maior de todas as pesquisas políticas que se pode fazer. E o Brasil, simbolicamente, mandou o PT para o Acre.
 O orgulho é um veneno de efeito lento, mas devastador. O orgulho impediu o partido de Lula de reconhecer suas faltas, expurgar seus malfeitores, bater no próprio peito. Eleitores ocasionais e mesmo os de carteirinha não entendem algo que não pode ser compreendido fora de um divã de analista. Como pôde o partido nada dizer ou fazer sobre tudo que se tornava conhecido? Como pôde considerar suficiente desqualificar a polícia, o juiz, o promotor e o Cunha enquanto bilhões sob sua guarda sumiam na voragem da corrupção? E como pode tratar de si mesmo com tanta condescendência?
A eleição de domingo foi, também, um instantâneo das tropas em trânsito do PT para o PSOL. Ela identifica um movimento, um fluxo que não encontra motivos para cessar. Vai ampliar-se. O PSOL é o PT com certidão negativa. É o PT de segunda geração. É o filho de Átila, o flagelo de Deus, que volta para atacar os descendentes de Grécia e Roma. Aprendeu com seu genitor que não se faz política sem inimigos. Ora, o mostruário de inimigos disponíveis para compor um discurso político não é tão grande assim. Como resultado, o PSOL alugou os inimigos do PT. Não foi dito, mas deu para notar algo assim tipo mexeu com o PT mexeu comigo. Entrando, inteligentemente, no coro contra Cunha e contra Temer, abriu as porteiras para acolher o eleitor petista de narinas mais sensíveis.
Com o assento sobre a janela e sem um discurso que possa chamar de seu, o PT não conseguirá, tão cedo ao menos, fazer com que o sangue e o oxigênio se encontrem nas proporções devidas. Recolhe-se à tenda de oxigênio. E ao Acre.
O atraso está sob nova direção. O populismo troca a razão social. As últimas greves, especialmente as greves estudantis secundaristas, a resistência ao projeto da Escola sem Partido, a identificação com a esquerda ibero-americana, o apoio aos delirantes comunistas bolivarianos, saem desta eleição guarnecidos pela agenda do PSOL. O perigo ronda as salas de aula do país. 
Agora só falta a moçada do PSOL dizer que "lutamos contra a ditadura".
fonte: MSM

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 02:48


NOTA
OPERAÇÕES ABSCÔNDITO E VOADORES

SÃO LUÍS/MA - A Polícia Federal (PF) e a Controladoria Geral da União (CGU) deflagraram, na manhã desta quinta-feira (06/10), a 2ª e 3ª fase da Operação Sermão aos Peixes, que investiga o desvio de verbas da saúde. As Operações foram denominadas de Abscôndito e Voadores.

A operação contou com a participação de 60 Policiais Federais, além do apoio da CGU. Foram cumpridos 31 mandados judiciais, sendo 3 de prisão preventiva, 10 de condução coercitiva e 18 de busca e apreensão, além do bloqueio judicial de bens a apreensão e sequestro de uma aeronave. Os mandados foram cumpridos nos municípios de São Luís/MA, Imperatriz/MA, Araguaína/TO, Palmas/TO, Goiânia/GO, Arenópolis/GO, Juquitiba/SP.

 Dois mandados de prisão foram cumpridos em São Luis/MA e um, na cidade de Juquitiba. Além disso houveram três conduções coercitivas, também na cidade em São Luís, quatro em Imperatriz e uma em Palmas. Dois alvos não foram localizados até o momento.

Em relação aos mandados de busca e apreensão, foram cumpridos cinco em São Luís, sete em Imperatriz, quatro em Goiânia, um em Palmas e um em Araguaína.

As apreensões relevantes foram: um avião avaliado em 2,5 milhões de reais, cinco veículos de luxo (Hilux SW4 SRV 4x4; BMW Z4 SDRIVE2 LM31; Toyota/RAV4 blindado; Volvo XC60 2.0T5 R-DES blindado), além de cerca de R$77 mil reais, e diversos cheques.

A segunda fase, que foi denominada Operação Abscôndito, as investigações identificaram que o grupo criminoso agiu no sentido de destruir e ocultar provas, incluindo a venda suspeita de uma aeronave objeto de decisão judicial, após o possível vazamento da Operação Sermão aos Peixe em 16/11/2015.

A outra fase da Operação, denominada Voadores, apurou o desvio de cerca de R$ 36 milhões de reais através do desconto de cheques e posterior depósito nas contas de pessoas físicas e jurídicas vinculadas aos envolvidos, incluindo o saque de contas de Hospitais.

Os investigados serão indiciados pelos crimes de embaraço à investigação de infração penal que envolva organização criminosa, de peculato e de lavagem de capitais.

A Operação que apura o embaraço à investigação foi denominada Abscôndito, que significa “escondido”, em alusão à ocultação e destruição de provas. Já a Operação Voadores se refere à técnica empregada de desviar recursos públicos por meio de cheques.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:04

O ex-presidente da câmaraHamilton Miranda (PP) e o vereador Chiquinho da Di ferro também do PP (na foto), já demonstraraminteresse em concorrer a eleição da câmara de vereadores.  Dois nomes fortes, no entanto, envelhecidos.

Na gestão municipal, a presidência da câmara e o líderdo governo também representam a imagem que o governo passa para asociedade e para os demais pares do legislativo, o que iria diretamente contra a imagemrenovadora no qual se projeta, inicialmente, o governo Assis Ramos.

Personagens “matreiras” quedesfilam já há algum tempo no meio político já se manifestam pelo meio políticocomo se fosse ocupar cargos no novo governo, mas pelo menos neste sentido,pessoas ligadas ao novo prefeito já descartam qualquer comando de governosanteriores, para isso se concretizar, fica mais que evidente que na câmara devereadores, o novo presidente também deve ter uma nova imagem e pouco desgaste, bem parecida com o que o eleitor escolheu para governar Imperatriz.


Assis Ramos inicia agora a partecomplexa deste momento inicial; montar o governo novo e desmontar os ‘velhos’ eas velhas praticas da política local. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:32

A Polícia Federal (PF) E a Controladoria Geral da União (CGU) deflagraram, na manhã desta quinta-feira (06/10), a 2ª e 3ª fase da Operação Sermão aos Peixes, que investiga o desvio de verbas da saúde. As Operações foram denominadas de Abscôndito e Voadores.

60 Policiais Federais, com o apoio da CGU, estão cumprindo simultaneamente 32 mandados judiciais, sendo 3 de prisão preventiva, 12 de condução coercitiva e 17 de busca e apreensão, além do bloqueio judicial de bens a apreensão e sequestro de uma aeronave. Os mandados estão sendo cumpridos nos municípios de São Luís/MA, Imperatriz/MA, Araguaína/MA, Palmas/TO e Arenópolis/TO.

A segunda fase, denominada Operação Abscôndito, as investigações identificaram que o grupo criminoso agiu no sentido de destruir e ocultar provas, incluindo a venda suspeita de uma aeronave objeto de decisão judicial, após o possível vazamento da Operação Sermão aos Peixe em 16/11/2015.

A outra fase da Operação, Voadores, apurou o desvio de cerca de R$ 36 milhões de reais através do desconto de cheques e posterior depósito nas contas de pessoas físicas e jurídicas vinculadas aos envolvidos, incluindo o saque de contas de Hospitais.

Os investigados serão indiciados pelos crimes de embaraço à investigação de infração penal que envolva organização criminosa, de peculato e de lavagem de capitais.

A Operação que apura o embaraço à investigação foi denominada Abscôndito, que significa “escondido”, em alusão à ocultação e destruição de provas. Já a Operação Voadores se refere à técnica empregada de desviar recursos públicos por meio de cheques.

Detalhes das Operações, incluindo o nome dos envolvidos no esquema crimonoso, serão divulgados na coletiva da imprensa às 10 horas, no Auditório da Superintendência Regional, localizada a Av. Daniel de La Touche, 4.000 – Cohama
.

Com informações do blog Diego Emir

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:32

O primeiro desafio de Assis Ramos

por Holden, em 05.10.16

Eleito prefeito de Imperatriz contra grandes nomes da politica local como o do empresário IldonMarques, apoiado pelo Senador Roberto Rocha, o empresário Ribinha Cunha,apoiado pelo atual prefeito Sebastião Madeira e de Rosangela, apoiada pelogoverno, o prefeito eleito Delegado Assis Ramos terá a missão de responder aoeleitorado que votou e o que não votou em seu nome, no entanto, observa-se naeleição do novo prefeito, a opção do eleitor por um nome novo no cenário político.

O vicio político, a estrutura que envolveu os outros cenáriospodem configurar a justificativa da decisão do eleitor por Assis Ramos. Observa-se, porexemplo, a renovação da câmara, mas principalmente a frustração dos vereadoreseleitos com estruturas gigantescas e as votações acanhadas.  Vereadores derrotados pelas urnas mas que antes comandavam elideravam até o inicio da eleição todas as perspectivas.

Assis Ramos terá e deve preservar as origens da sua eleiçãomantendo-se fiel a estratégia de neutralidade, cobrança, determinação e combatea corrupção,  - filtros centrais que podem ter sido o motivo de sua eleição, mas ainda manter um governo voltado a resolver os problemas sociais e as demandas das periferias, através, principalmente, da aproximação do poder publico das classes sociais menos acompanhadas.


Imperatriz deixou claro que os profissionais da política que sustentam seus luxos (fazendas e muita boemia) através de dinheiro do contribuinte, devem ficar longe do novogoverno, que deve seguir sem manchas ou sujeiras, pelo menos até tentar repetirem seu quadro de secretários algum dos corruptos manjados que já passaram poroutros governos e não mudaram em nada a vida da sociedade imperatrizense. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:35

A deputada Valéria Macedo (PDT) apresentou Indicação ao Governador Flávio Dino (PCdoB), solicitando a mudança da Unidade Básica de Saúde “Clésio Fonseca” em Unidade de Pronto Atendimento (UPA), no bairro Vila Nova, em Imperatriz. O objetivo é que sejam concedidos atendimentos mais satisfatórios para a população da “Grande Vila Nova”, estimada em aproximadamente 100.000 habitantes, distribuídos em vários bairros.
De acordo com a Indicação n° 554/2016, a unidade de saúde em referência já conta com uma estrutura pronta, composta de 03 enfermarias, 06 salas de enfermagem, sala de esterilização, sala de triagem, de raio-x e de ultrassom contando, ainda, com área física suficiente para ampliação com a construção de novas enfermarias, sala de pronto atendimento, sala de espera, nova sala de triagem.
“Para que essa transformação ocorra, precisa apenas do apoio do Governo do Estado para realizar essa antiga e grande aspiração da população da “Grande Vila Nova”. Cumpre ressaltar, ainda, que, Imperatriz já conta com duas Unidades de Pronto Atendimento, localizadas em regiões estratégicas da cidade, a UPA do Bairro Nova Imperatriz, que atende também o centro, e a UPA do Bairro São José, que atende, também, a região”, disse Valéria.
Segundo a deputada, para atender a contento a crescente demanda por assistência de saúde da população da cidade, tornou-se de extrema necessidade e urgente a transformação da unidade básica de saúde do Bairro Vila Nova em uma UPA.
“Como já dito, já possui uma estrutura física precisando apenas de algumas ampliações e adaptações, inclusive para outras especialidades e de alguns equipamentos administrativos e hospitalares bem como de recursos de custeio. Assim, a Cidade de Imperatriz, contando com essas três Unidades de Pronto Atendimento para a população, num futuro próximo, com certeza, terá o serviço de urgência/emergência do Socorrão da cidade melhorado o seu atendimento”, finalizou Valéria Macedo.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:54


O deputado federal Davi Júnior participou e elogiou o trabalho desenvolvido pelo município na gestão do prefeito Sebastião Madeira

O prefeito Sebastião Madeira, acompanhado do secretário municipal de Infraestrutura (Sinfra), Roberto Vasconcelos Alencar, e o deputado federal Davi Alves Silva Júnior (PR-MA), entregou sábado (1º de outubro) a Praça da Juventude Raimundo Amancio Oliveira, situado no bairro Recanto Universitário.

Madeira destacou a importância da obra que também contemplará jovens e adultos dos bairros Vila Fiquene, Parque Airton Senna, Vila Independente e Parque Alvorada I e II. “Esses equipamentos servirão para a prática de esportes e a realização de solenidades de casamento comunitário, pois essa obra é do povo de Imperatriz”, frisou.

“Esse equipamento é do povo que precisa zelar para conservá-lo, pois fizemos um ginásio maravilho no Parque Alvorada, porém em menos de três meses praticamente destruí-lo”, lamentou o prefeito, que reforçou o pleito à comunidade para que cuide da Praça da Juventude do Recanto Universitário.

O prefeito parabenizou a eficiência da equipe técnica liderada pelo secretário de Infraestrutura, Roberto Alencar, que durante esses quase oito anos de mandato desenvolveu um trabalho qualificado.

Também registrou a presença do deputado federal Davi Alves Silva, que disponibilizou recursos para construção de obras em Imperatriz, citou como exemplo, o novo complexo esportivo Barjonas Lobão previsto para ser inaugurado ainda neste trimestre.

“A maioria dos equipamentos colocados para o novo complexo foi viabilizado pelo deputado Davi Júnior, exceto uma quadra não coberta que foi disponibilizado recurso pela deputada federal Nice Lobão (DEM)”, disse ele, que agradeceu publicamente a atuação do deputado Davi Júnior.

O secretário Roberto Alencar também reconheceu o trabalho realizado pelo deputado Davi Júnior ao disponibilizar recursos para revitalização do complexo esportivo Barjonas Lobão, inaugurado em 1979, no governo do ex-prefeito Carlos Amorim. “É um orgulho muito grande entregar esse novo equipamento, pois naquela época meu pai foi secretário de Obras no governo Carlos Amorim”, contou.

Alencar agradeceu ao deputado Davi Júnior pela piscina olímpica, a Academia de Saúde e a Praça da Juventude, no complexo Barjonas Lobão. “Nós gostaríamos de parabenizar todos os moradores do Recanto Universitário e dos bairros adjacentes por essa importante obra”, frisou.

O deputado federal Davi Júnior elogiou o trabalho desenvolvido pelo município na gestão do prefeito Sebastião Madeira que executou a obra, finalizando sua entrega à comunidade do bairro Recanto Universitário.

“A expectativa agora é em torno da inauguração do novo complexo Barjonas Lobão, previsto para acontecer até meados de novembro”, finalizou.

Gil Carvalho - ASCOM

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:00

O apostolo e a chave de ouro...

por Holden, em 03.10.16

Muitos desdenharam. Tiraram onda. Disseram várias coisas sobre essa chave de ouro (que simbolizava a chave da cidade) construída através de um ato profético do Apostolo Alex (fundador e líder da Igreja Nova Vida) no ano de 2008. Porém, o fato novo ocorre nesta eleição com a vitória do Delegado Assis Ramos e o Apostolo Alex. 


Contra tudo e contra todos 'mais uma vez', no entanto, agora a chave profética é uma chave concreta, legitima e institucionalizada democraticamente através da vitória eleitoral.

"A minha aliança de ouro também foi doada  no ato profético". 






Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:26

O governador Flávio Dino concedeu entrevista coletiva à imprensa maranhense na manhã desta segunda-feira (3) para analisar o panorama pós-eleições 2016. Em seu diagnóstico, ele destacou que o Governo do Estado atenderá a todos os prefeitos que desejarem fazer parcerias para o desenvolvimento com justiça social, e informou que um seminário já está marcado para o próximo dia 10 de novembro com os novos eleitos.

De acordo com Flávio Dino, o Governo do Estado vai se relacionar com todos os municípios que desejarem efetivamente fazer parcerias, e ressaltou que não há discriminação com nenhuma cidade. “Nesse período, por exemplo, nós fizemos o programa ‘Mais Asfalto’ em 150 cidades do Maranhão, não obstante tivéssemos apenas 17 prefeitos apoiando nosso Governo”, exemplificou.

Ele destacou que um seminário já está marcado para 10 de novembro, e terá como principal objetivo apresentar os programas de Governo – a exemplo do ‘Escola Digna’, ‘Água Para Todos’, ‘Mais Asfalto’, apoio ao esporte, cultura e turismo – aos novos gestores com o objetivo de construir uma convergência de esforços, ou seja, conjugação de recursos municipais e estaduais para que haja melhores resultados para a população.

“Demos um intervalo para que exatamente os prefeitos e prefeitas recém-eleitos possam formar suas equipes, porque imaginamos que é importante para que haja reuniões setoriais, com os novos secretários de educação, novos secretários de saúde, e, assim, sucessivamente, para que nós possamos avançar naquilo que é de interesse público”, explicou o governador.

Em relação às parcerias com os municípios, Flávio Dino enfatizou que dará prioridade a dois temas para 2017: água e saúde. Para ele, o problema da água é um drama crescente no estado e o Governo proporá parcerias sobre o tema. A respeito da saúde, o governador disse que é impossível prover os serviços para o estado sem que haja uma atuação consorciada. “É importante exatamente que haja a articulação entre Estado e Municípios, uma vez que a saúde no Brasil é municipalizada, ou seja, os recursos estão no município”, pontuou.

O governador também destacou o tema da metropolização da Ilha de São Luís já para o ano de 2017 e adiantou que já iniciou conversas com os prefeitos eleitos de São José de Ribamar, Paço do Lumiar e Raposa sobre o assunto. “Nós teremos uma articulação muito forte na Ilha e em municípios vizinhos em torno da temática da metropolização”, confirmou.

Crime organizado na cena eleitoral

Durante a entrevista, o governador Flávio Dino observou o crescimento da presença do crime organizado na cena eleitoral brasileira, circunstância que se revelou também no Maranhão. Ele analisou a atuação – na política e contra a política – do crime organizado, das facções criminosas, das organizações criminosas e das milícias. “Isso em termos nacionais está bastante claro. Candidatos patrocinados por organizações criminosas, organizações criminosas financiando campanhas. Organizações criminosas, no caso, por exemplo, de São Luís tentando impedir a eleição, mostrando que há aquilo que já foi diagnosticado anteriormente”, esclareceu.

Segundo Flávio Dino, há uma aglutinação da crise da Segurança Pública no Brasil e isso propicia o surgimento de vários fenômenos como esses. Ele citou confrontos armados em vários estados, morte de candidatos e de coordenadores de campanhas, notadamente no Rio de Janeiro, Goiás e Paraná, e ressaltou que isso também chegou ao Maranhão.

Nesse ponto, o governador sublinhou o trabalho notável feito pelo sistema de Segurança Pública e pelo Sistema Penitenciário do Estado, que em meio a uma grave crise conseguiu garantir a ocorrência das eleições com liberdade para os eleitores e para os candidatos. “Houve de fato essa manifestação desse fenômeno aqui no nosso estado, porém a pronta resposta que o Governo deu, com o auxílio do Governo Federal e da Justiça Eleitoral, garantiu a ocorrência das eleições”, completou Flávio Dino.

Estiveram na coletiva com o governador Flávio Dino os secretários de Estado Marcelo Tavares (Casa Civil), Márcio Jerry (Comunicação e Assuntos Políticos), Antônio Nunes (Governo), Jefferson Portela (Segurança) e Diego Galdino (Cultura e Turismo).

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:30


Com mais de 38.712 ou (29,16%) dos votos válidos, o Delegado Assis Ramos (PMDB) é eleito prefeito da cidade de Imperatriz-MA.

Em segundo lugar ficou o ex-prefeito Ildon Marques (PSB). 


Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 02:24

Como votar certo em Imperatriz.

por Holden, em 02.10.16

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:39

Pág. 4/4





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D