31 julho 2013

Valéria cobra implantação de subestação da Cemar em Montes Altos

A deputada Valéria Macêdo (PDT) apresentou indicação na Mesa Diretora da Assembleia Legislativa, solicitando que presidente da Companhia Energética do Maranhão (Cemar), Augusto Miranda da Paz Júnior, adote as medidas legais e administrativas necessárias, no sentido de viabilizar, com a maior brevidade possível, a implantação de uma subestação de energia elétrica para atender a população do município de Montes Altos.

Para Valéria, o acesso à energia elétrica é indispensável para o desenvolvimento e melhorias na qualidade de vida de uma sociedade, causadas pelas transformações resultantes dos impactos econômicos e sociais que ela proporciona. Segundo ela, Montes Altos conta com mais de 9.000 habitantes e a energia elétrica consumida vem do município vizinho de Sítio Novo, localizada a 48 quilômetros do município, depois de recebida de Imperatriz.
De acordo com Valéria, embora seja suficiente para o consumo residencial, o oferecimento de energia elétrica no município de Montes Altos é insuficiente em quantidade e qualidade para a a população e, sobretudo, para a realização de alguns empreendimentos necessários para impulsionar o desenvolvimento tanto no campo social quanto econômico daquela localidade.

SUS perdeu 42 mil leitos em 7 anos


Agencia Brasil_
 Levantamento do Conselho Federal de Medicina (CFM) com base em dados do Ministério da Saúde aponta que quase 42 mil leitos de internação do Sistema Único de Saúde (SUS) foram desativados entre outubro de 2005 e junho de 2012. Entre as especialidades mais atingidas com o corte, de acordo com a análise, estão a psiquiatria (-9.297 leitos), a pediatria (-8.979), a obstetrícia (-5.862), a cirurgia-geral (-5.033) e a clínica-geral (-4.912).
Mato Grosso do Sul é apontado como o estado brasileiro que mais perdeu leitos (-26,6%), seguido pela Paraíba (-19,2%) e pelo Rio de Janeiro (-18%). Em números absolutos, São Paulo aparece na frente, com a redução de 10.278 leitos, seguido por Minas Gerais, com 5.177, e pelo Paraná, 3.057.
Já Roraima, segundo o levantamento, é o estado que registrou o maior aumento no número de leitos no mesmo período (33,5%), seguido por Rondônia (23,6%) e pelo Amapá (9,2%). Em números absolutos, o Pará aparece na frente, com 793 leitos criados, seguido por Rondônia, com 622, e pelo Amazonas, com 360.
Por meio de nota, o presidente do CFM, Roberto Luiz d’Ávila, avaliou que grande parte dos problemas enfrentados pelo SUS passa pelo subfinanciamento e pela falta de uma política eficaz de presença do Estado.
“Os gestores simplificaram a complexidade da assistência à máxima de que ‘faltam médicos no país’. Porém, não levam em consideração aspectos como a falta de infraestrutura física, de políticas de trabalho eficientes para profissionais da saúde, e, principalmente, de um financiamento comprometido com o futuro do SUS”, disse no comunicado.
O Ministério da Saúde apontou falhas no levantamento. De acordo com a pasta, o CFM não fez uma interpretação correta dos números, já que os dados não foram analisados ano a ano e os leitos remanejados não foram levados em consideração.

FECOIMP 2013 comercializa últimos estandes

 Evento de referência regional, a Fecoimp é a primeira Feira multissetorial do Maranhão a constar no Calendário Brasileiro de Exposições

Há pouco menos de dois meses para a sua realização, os preparativos para XII Feira do Comércio e Industrial de Imperatriz estão a todo vapor.  Realizada pela Associação Comercial e Industrial de Imperatriz-ACII, o evento é a mais importante feira multissetorial do estado. Estão sendo comercializados os últimos estandes para os interessados em expor seus produtos e serviços. Mais de 80% dos estandes já foram comercializados. O evento desse ano possui novos espaços e promete bons negócios durante todos os dias da feira.

A Fecoimp 2013 ocorrerá entre os dias 18 e 21 de setembro, no Centro de Convenções. Para esta edição, a ACII está preparando uma estrutura interna com cerca de 180 estandes, e sete tendas na área externa do Salão do Automóvel. A expectativa é de um público de aproximadamente 35 mil durante os 4 dias de evento. 

Grandes empresas e instituições públicas já confirmaram presença, entre os presentes está a Empresa Maranhense de Administração Portuária – EMAP que apresentará o plano de expansão do porto do Itaqui. Uma das novidades desse ano será o espaço HabitaSim, um ambiente exclusivo para oportunidades de negócios no setor da habitação e construção civil, evidenciando o crescimento e a consolidação desse mercado em Imperatriz. Grandes construtoras e empresas desses segmentos já confirmaram presenças.
Outras parcerias já estão fechadas, como FIEMA, SEBRAE, Governo do Estado do Maranhão e asempresas Suzano Papel e Celulose, Bradesco, Banco do Brasil, Banco do Nordeste, Banco da Amazônia e Caixa Econômica.
            Os interessados em garantir seu espaço na FECOIMP 2013 podem entrar em contato com a equipe comercial através do telefone: 3525-3400 ou no site www.fecoimp.org.


Adriano de Almeida 
assessoria comunicação



Outros quinhentos...

Apesar da euforia causada pelos comentários de que a ex-candidata a prefeita em Imperatriz, Rosangela Curado, poderá vir a ser indicada como vice-candidata ao governo do Estado, na chapa encabeçada pelo comunista Flávio Dino, as pesquisas dos últimos dias, tanto do lago governista quanto da oposição, mostram outro caminho.

É que um nome como o de Curado não agremiaria mais que a oposição ao prefeito Sebastião Madeira em Imperatriz, não tendo na região a mesma performance, o que analisado sem a paixão contagiante proporcionado pela ultima eleição, não seria uma grande vantagem para Dino, visto que sobram quase um Estado de desconhecimento por parte dela, no caso, o Sul do Maranhão.

O que passa na cabeça da oposição ainda não se sabe, mas a conta exata deverá mesmo vir a partir dos resultados das pesquisas eleitorais que deve demonstrar de qual região sairia o vice, mas nesse sentido não resta duvida que a menina dos olhos da oposição e da situação é ainda o ex-prefeito de Porto Franco, Deoclides Macedo, que por sua vez, prefere tratar de uma possível candidatura a Câmara Federal.

Ainda é possível que o simples motivo de ser o principal candidato ao governo pela oposição possa dar a Flávio Dino boa fatia dos votos em Imperatriz, o que diminuiria a possibilidade de indicação do vice daqui, sendo mais interessantes buscar tal aliança dentro de um partido que alie duas substancias essenciais no processo eleitoral; ter voto na região onde o candidato teria minoria ou ter tempo de televisão.

Se o candidato a vice da oposição for de Imperatriz, o grupo liderado por Rosângela Curado deve analisar o quanto antes a decisão, pois os prazos para a filiação em um novo partido estão se esgotando, e o mais importante, perguntar para o Pr. Porto qual seria sua decisão se seu nome fosse indicado.


Simples assim... 

Fazendo história: Imperatriz poderá ter desembargador no TJ

Entre os favoritos para chegar a desembargador desponta o advogado Gilson Ramalho de Lima.
SÃO LUÍS - Hoje, o Conselho da Seccional Maranhense da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) escolheu os seis nomes que comporão a lista dos advogados que disputarão a vaga de desembargador pelo Quinto Constitucional.
A sessão que se iniciou ainda na parte da tarde só terminou por volta das 22h. O Conselho Seccional sabatinou os candidatos e posteriormente os conselheiros votaram nos advogados que irão compor a lista.
Após a sessão, a OAB-MA confirmou a lista sêxtupla com o nome dos advogados: Ricardo Tadeu Dualibe, Daniel Jerônimo Leite, Gilson Ramalho de Lima, José Magno Moraes de Sousa, José Claudio Pavão Santana e Riod Barbosa Ayoub.
Agora a lista será encaminhada ao Tribunal de Justiça, que por sua vez fará uma Sessão e escolherá três entre os seis nomes. Após a definição do TJ, o judiciário encaminhará lista tríplice a governadora Roseana Sarney que escolherá o novo desembargador.
Entre os  favoritos para chegar a desembargador desponta o advogado Gilson Ramalho de Lima.
A lista sêxtupla será encaminhada ao Tribunal de Justiça, cujo pleno escolherá três dos seis nomes que, consequentemente, serão enviados à governadora Roseana Sarney para a indicação do novo desembargador.

Tribuna do Tocantins

O sonho da propriedade...

Por  Elson Araújo
A casa é o asilo inviolável do individuo. É o que diz a nossa Constituição Federal sobre o direito sagrado de se ter um lar, de se ter onde morar.  Nesse diapasão pode se avançar mais ainda e se afirmar que a casa é um ambiente de construção de sonhos. O castelo onde vivemos o presente, guardamos o passado e projetamos o futuro.
Secretária foi criada para regularizar
questões fundiárias no município
Nada mais sagrado do que, além de morar, ter a certeza, a segurança jurídica de que num futuro breve, ou distante, alguém não chegue com uma ordem judicial e diga: esse imóvel não lhe pertence. Retire-se! 
Fora isso, o dissabor ou dissabores, os constrangimentos outros do cidadão não ser de fato e de direito legitimado como proprietário do seu imóvel.
Em Imperatriz, não sei precisar números, mas em se considerando que grande parte dos bairros da cidade é resultado de invasões, imagina-se que milhares  de “possuidores”  vivem o  tormento da insegurança de não serem de direito proprietários de seus  “ castelos dos sonhos”.
A Prefeitura de Imperatriz deu inicio, há seis meses, por orientação e inspiração do prefeito Sebastião Madeira, a partir da criação da Secretaria Municipal de Regularização Fundiária Urbana, ao maior programa de regularização fundiária urbana do Maranhão. 
Quando ainda na campanha pela reeleição o prefeito incluiu a regularização fundiária como uma da suas plataformas houve quem desdenhasse, que o chamasse de louco;  ou taxasse o compromisso de jogada para cabalar votos;   mas também houve quem apontasse tal proposta como um ato de ousadia, coragem e de compromisso com o social.
Veio a reeleição, a diplomação, a posse;  dai então, a  ousadia e a coragem  demonstradas no período eleitoral  ganharam forma:  Madeira criou uma secretaria  especial e nomeou o corajoso advogado Daniel Souza como o encarregado  para tocar a empreitada.
Equipe formada, mãos na massa, 300 atendimentos diários, um vai e vem de gente.  Grande parte, gente simples, humilde que jamais imaginou que um dia pudesse bater a mão no peito e dizer “estou legalizado”.
Julho acabou, chega Agosto, para muitos o mês do desgosto, mas não  para as 500 primeiras famílias que nesta sexta-feira, 2 de agosto,  às 9 horas da manhã, no auditório da Secretaria Municipal de Saúde,  numa solenidade histórica  vão receber, sem nenhum tipo de ônus, os títulos definitivos de seus imóveis, para muitos um sonho de 5, dez, vinte, trinta, quarenta e até de 50 anos.
Assim, a Prefeitura  começa a  resgatar uma dívida histórica com parte  dessa parcela  urbana de Imperatriz que até então vivia na ilegalidade.  

30 julho 2013

TOCANTINÓPOLIS: Juiz manda defensor publico calar a boca usando o ditado do burro...

Discussão entre juiz e defensor público continua repercutindo

A discussão entre o juiz, Erivelton Cabral Silva e o defensor público, Rubismark Saraiva Martins, continua repercutindo e causando mal-estar entre a Associação dos Magistrados do Estado do Tocantins (ASMETO) e a Associação dos Defensores Públicos do Estado do Tocantins (ADPETO).
O desentendimento aconteceu no dia 18 deste mês. O defensor público, Rubismark Saraiva Martins, disse que foi ofendido e ameaçado pelo juiz Erivelton Cabral Silva, após questionar o comportamento do promotor de justiça durante o julgamento. “Ele disse que quando um burro fala o outro baixa a orelha, daí eu disse, tá pedindo para eu calar a boca? ele disse: sim, estou pedindo”, explicou Martins. Após a discussão o defensor afirmou que foi ameaçado com “um tiro na cara (sic)”.
Em sua defesa, o juiz disse que está sendo acusado injustamente e que irá processar o defensor. “Determinei aplicação de multa ao defensor pelo abandono do juri. Vou entrar com pedido de indenização por danos morais”, contou Silva.
Segundo a Asmeto, esse desentendimento é um fato isolado. “São fatos que podem ser solucionados pelas instituições envolvidas sem necessidade de cisões [atrito] entre as associações” explica Helvecio Maia, presidente da Asmeto.
A ADPETO afirmou que irá acionar a corregedoria do Tribunal de Justiça e denunciar a conduta do juiz. De acordo com Fabio Monteiro, presidente da associação, “a postura que se exige tanto do magistrado, quanto do defensor público e do promotor de justiça em uma sessão do tribunal de júri é de serenidade, de quem faz seu trabalho defendendo seu lado, mas sem excessos”. (Com informações do G1)

Antônio Pereira e Léo Cunha trocam farpas em cavalgada...

Disputando a mesma fatia dos votos governistas na região, os Deputados Antônio Pereira e Léo Cunha tem sido figuras comuns nas cavalgadas que acontecem sempre nesse período do ano. 
Mas nesse domingo, por algum motivo ainda incomum, os dois trocaram farpas e acusações e quase foram as vias de fato.   Montados a cavalos e rodeado de cavaleiros e amazonas, todos presenciaram as sentenças e acusações feitas por ambos, deixando todos constrangidos por assistir tamanha baixaria, inclusive sem entender ao que se referia um dos deputados que chegou a dizer:  - “A tua casa já caiu, você não perde por esperar”, o outro, para revidar disse: “Tú que é ladrão”, relatou um dos cavaleiros que assistiu a cena ao lado dos parlamentares que se encontravam extremamente irritados um com o outro. 



Ninguém sabe ainda ao certo o motivo das agressões feitas com palavreados questionáveis entre os dois parlamentares, que até outro dia, se tratavam de forma amistosa e companheira nas reuniões na Assembléia Legislativa, inclusive com tapinha nas costas.  É possível que um dos motivos possam ser o projeto de monitoramento por câmeras, que os dois chegaram a fabricar notícias de que seriam os autores, no mesmo sentido ocorreu uma indicações de asfaltamentos para o município de Buritirana, onde os dois parlamentares se consideram donos do sufrágio.

No mais, somente os dois cavaleiros podem dizer o motivo para tanto descontentamento.

Federação dos Médicos convoca greve contra o governo federal

A Fenam (Federação Nacional dos Médicos) convocou para esta terça-feira (30) paralisações e manifestações por todo o país contra a medida provisória que estabelece o programa "Mais Médicos" e os vetos da presidente Dilma a partes da lei do Ato Médico.
Alguns Estados, como São Paulo, irão aderir à greve apenas na quarta-feira (31), segundo a entidade.

Ainda não há balanço do total de Estados que participaram da manifestação nesta terça.
No caso de São Paulo, os profissionais devem fazer uma passeata com concentração a partir das 16h na sede da Associação Paulista de Medicina --rua Francisca Miquelina, 67, na Sé--, seguindo pela av. Brigadeiro Luís Antônio, Paulista e pela rua da Consolação até a sede do Cremesp (conselho regional de medicina), no número 753 da via.
A Fenam afirma que realizará uma marcha em Brasília no dia 8 de agosto, quando ocorrerá uma audiência pública no Congresso a respeito do "Mais Médicos".

PAUTAS
O programa "Mais Médicos", criado por medida provisória elaborada pelo governo federal e que aguarda aprovação pelo Congresso, pretende importar profissionais da saúde de outros países e ampliar em dois anos os cursos de medicina.
A lei do Ato Médico estabelece quais são os procedimentos privativos dos profissionais da medicina. Os vetos da presidente Dilma diminuem a quantidade de atos que devem ser realizados exclusivamente pela categoria.
Os vetos podem ser derrubados pela maioria absoluta dos parlamentares de ambas as casas do Congresso.

Folha.com

Gildásio Chaves tenta surrupiar partido politico de Joyce em Amarante.

O povo de Amarante do Maranhão está em clima de eleições municipais. É dado como fato certo a queda da prefeita Adriana Ribeiro no TSE, inclusive o Parecer do Ministério Público Eleitoral já foi expedido neste sentido.
A prefeita Adriana Ribeiro (PV) é acusada por Joyce Gomes (PHS) de ter concedido benefícios salariais para servidores em período proibido pela legislação eleitoral. Prática essa que configura abuso de poder político e econômico de acordo com a jurisprudência consolidada do TSE.
Diz-se que Adriana e o marido Gildásio Chaves, com o apoio do Deputado Federal Sarney Filho (PV), conseguiu manter o mandato no TRE-MA numa decisão tecnicamente frágil e contrária a jurisprudência do Tribunal Superior Eleitoral. Em troca a prefeita Adriana e o marido Gildásio Chaves teriam que apoiar o filho de Zequinha de nome Adriano Sarney, o qual pretende iniciar a carreira política como deputado estadual, além obviamente de ter que apoiar o próprio Sarney Filho.
Fernando Sarney, goela abaixo em Amarante...
O fato concreto é que o casal prodígio Adriana e Gildásio querem tirar Joyce Gomes do páreo e, para isso, contariam com o suporte do deputado estadual Carlinhos Florêncio, que é o presidente estadual do partido no estado.
Com isso, os Gomes terão que apresentar um nome da família sem nenhuma expressão eleitoral. A mesma coisa que fará Gildásio Chaves, vez que Adriana não poderá ser candidata. Estando este no exercício de fato do mandato de prefeito ele usaria a máquina e ganharia novamente as eleições.
O Deputado Carlinhos Florêncio (PHS), homem que manda no PHS no estado, estaria dando a Comissão Provisória para o grupo de Gildásio e, dessa forma, Joyce não terá legenda para disputar novas eleições e Gildásio no poder colocaria um outro membro do clã familiar dele para concorrer as eleições novas.
Há também quem diga que se a Governadora Roseana Sarney não intervier na questão o ex-prefeito Marconi Gomes (PSD), marido de Joyce pode abandonar o barco dos sarneis e pular no barco de Flávio Dino (PCdoB).
Tem duas condicionantes nesta agitação política. Primeiro é preciso esperar     que o TSE efetivamente anule as eleições. Segundo, esperar que realmente a astúcia de Gildásio chegue a este ponto, pois isso será um golpe abaixo da linha da cintura.
Outros acreditam que se Marconi Gomes não puder colocar a mulher para disputar a prefeitura ele indicará o empresário Hilmar Viana (PMN) como candidato a prefeito. Do lado de Gildásio Chaves, há quem defenda que ele indique como candidato o médico Gilson Bandeira (PDT),filho do ex-prefeito Felipe Bandeira.
Cerco armado: A fatia dividida com Carlinhos Florencio,
presidente do PHS
O mais provável, porém, é que a disputa pela prefeitura mantenha os laços sanguíneos ou afins entre “bodes” e “onças”, isto é, entre os Gomes e os Chaves.O perfil de ambos não revelam sinais de que Gildásio poderia abrir espaço para a candidatura do medido Gilson Bandeira do PDT. E muito menos acredita-se que Marconi Gomes lançaria o empresário Hilmar Viana como candidato a prefeito.
Uma coisa é certa: o tempo corre contra os Gomes e Gildásio até aqui tem se safado bem. É inelegível teve gestões marcadas por denúncias de improbidade administrativa em Fortaleza dos Nogueiras e, além disso, é inelegível por ter a mulher já na reeleição. O jogo até aqui está dois a zero para Adriana e Gildásio. Marconi tem que anular a partida e começar do zero. Só não sabe ainda com quem vai jogar.

A pergunta que não quer calar é a seguinte: Carlinhos Florência (PHS) suportaria uma pressão de Roseana Sarney? Esta tem em Amarante dois grupos ligados ao seu governo vai deixar um correr para os braços de Flávio? Há por isso aqueles que acreditam que o deputado estadual Carlinhos Florêncio vai sofrer um puxão de orelha da governadora Roseana Sarney. E tudo ficará como dantes no Amarante do Maranhão: novas eleições de dois grupos ligados a família Sarney, ou seja, se cair na área é pênalti.       

Resultados positivos são reflexos do comprometimento social e econômico do governo Madeira...

Com o resultado divulgado sobre a melhora nos índices da condição de desenvolvimento humano, divulgado pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento, que coloca, mais uma vez, a cidade de Imperatriz em destaque com resultados positivos, fica cada vez mais claro que Imperatriz está no rumo certo. Mas não só isso, como também este resultado vem tirar todas as duvidas sobre um intenso debate travado com relação a crescimento e desenvolvimento, pautado pelos críticos no ano passado. Os maiores avanços talvez não venham a ser destaque ainda no governo do prefeito Sebastião Madeira, pois em alguns casos esse trabalho não tem reflexo imediato, mas de forma gradativa.  
Praça  Brasil,  ponto Central da cidade de Imperatriz

Mas, o mais importante é que os frutos desse desenvolvimento não estão somente nas mãos dos grandes investidores e empresários, mas estão também nas mãos dos pequenos, médios e grandes comerciantes da própria cidade, e que hoje desfrutam do aquecimento do mercado, e por consequência, a melhora da condição social.  É um efeito cascata, que sem duvida atinge todo o comercio até o pequeno varejista. Em Imperatriz a economia tem crescido de forma gradativa, e a necessidade de inserir as indústrias no mercado ocorreu no momento certo, fazendo com que todo o aquecimento promovido pela implantação da principal industria da cidade, a Suzano papel e celulose, viesse a ser despejado por aqui, diferente de outras cidades que vêem o processo de industrialização chegar primeiro.

Imperatriz continuará sendo destaque, pois além do comercio pujante, do povo forte e trabalhador, o governo municipal tem feito sua parte, com seriedade e comprometimento social, basta andar nos bairros periféricos para entender qual o foco das ações de Madeira, que seguem desde a regularização fundiária,  que certamente é uma das maiores ações sociais já realizada, até a canalização e drenagem de esgotos e riachos contaminados, que ao longo de décadas assolaram e tiraram a dignidade humana de muitos transeuntes e moradores dos mais diversos bairros da cidade.


É só andar pra ver... 

29 julho 2013

Relatório do Pnud coloca Imperatriz entre os municípios

Brasileiros com alto desenvolvimento humano
“Nossa cidade está cada vez melhor”, diz Madeira.

            Dados do "Atlas do Desenvolvimento Humano no Brasil 2013", divulgado nesta segunda-feira (29) pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Pnud) mostra Imperatriz entre os municípios brasileiros com alto desenvolvimento humano.

            Considerada metrópole da Região Tocantina, em relação ao desenvolvimento e qualidade de vida, de acordo com o relatório divulgado na página da Globo na internet, Imperatriz alcançou o Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM) de 0,731. O que a coloca em situação de vantagem em relação aos municípios de Porto Franco (0,684), Estreito (0,659), Açailândia (0,672) e Balsas (0,687), que têm forte influência na produção agroindustrial do estado, mas só alcançaram o médio desenvolvimento.

        De acordo com o programa, o índice é calculado com base em três indicadores: longevidade e saúde; acesso ao conhecimento; renda associada à qualidade de vida. Nesses itens, segundo o relatório, Imperatriz contabiliza respectivamente 0,803 (vida longa), 0,698 (educação) e 0,697 (padrão de vida com base no rendimento per capita por pessoa).

            Em entrevista, o Prefeito Sebastião Madeira ressaltou a satisfação em receber o fruto do trabalho enquanto gestor. “Esses dados são obtidos com base em áreas essenciais como educação e renda. Mas o importante não é apenas aumentar a renda como o ocorrido em diversas cidades do nordeste onde houve aumento considerável na renda e não houve melhora na qualidade de vida com investimento em infraestrutura, educação, e saúde por exemplo. Isso mostra que nossa cidade está cada vez melhor”.

[Kayla Pacheco – ASCOM]

IDH: Estados governados pelo PSDB sobem...

Na comparação de 2003 a 2013, que envolve o período petista, os números não mentem. No confronto PT x PSDB, os tucanos ganham de lavada.
À exceção do Distrito Federal, que manteve a sua posição por motivos óbvios, Acre, Bahia, Rio Grande do Sul e Sergipe perderam posições no ranking do IDH. Um fiasco em termos de gestão. De cinco estados, apenas um manteve a sua posição, os outros quatro pioraram.
Já os estados governados por tucanos, à exceção do Pará, que perdeu posições, de Alagoas e Paraná que mantiveram os seus postos, cinco estados melhoraram o IDH: São Paulo, Minas Gerais, Goiás, Tocantins e Roraima.
O IDH não é feito pela mídia golpista, nem tampouco pela elite fascista. É um índice da ONU. Portanto, só resta ao PT reconhecer que faz o marketing da miséria muito bem. Já acabar com ela são outros quinhentos.

Tanto é que em 2003 o IDH do Brasil era 0,792. O IDH de 2013 ficou em 0,727. Uma queda de mais de 8%. Por isso, os espertinhos estão comparando tudo com os últimos 20 anos. Mais um motivo para comprovar que o PT apenas puxou os índices para baixo.

Coturno Noturno

PMN rejeita fusão com o PPS

O PMN (Partido da Mobilização Nacional) bateu o martelo neste domingo e decidiu, em convenção extraordinária realizada em São Paulo, desistir da fusão com o PPS (Partido Popular Socialista) para criar o MD (Mobilização Democrática). A presidente em exercício do PMN, Telma Ribeiro, afirmou que a legenda não quer ficar refém à espera de que políticos com mandato ou não decidam se vão para o natimorto MD, entre eles o ex-governador de São Paulo, José Serra. O tucano negociava com o presidente do PPS, Roberto Freire, uma possível filiação ao MD para se candidatar à Presidência da República pelo MD em 2014, caso a legenda fosse criada.
 
Telma disse que o “timing” do PMN e do PPS estão diferentes e que desavenças para decidir sobre cargos nos diretórios regionais da nova legenda também influenciaram na decisão. Segundo ela, caso o MD fosse criado, ele não poderia ficar refém de coisa alguma, inclusive de uma possível ida de Serra. — Partido não é restaurante que você monta e espera os fregueses. Você constrói o partido com os objetivos que justificam as pessoas irem para aquele partido. Não porque A ou B podem ir — disse.
 
A incerteza de Serra sobre uma possível filiação no MD também pesou. Para Telma, Serra teria que estar convicto da importância da legenda. — Não gosto de alguém dizendo “eu vou ver se vou ou não vou”. É sinal de que a pessoa não está nos vendo como parceiros. Quem quer vir, vem. Não fala, no último minuto: “espera aí que eu vou ver, se não tiver nenhum lugar melhor para eu ir ou se o lugar onde estou não ficar melhor, aí eu vou”. Partido não deve ser como mercadoria que você pode escolher entre várias possibilidades, pois isso demonstra que não há ideologia — afirmou Telma.
 
A presidente do PMN disse que não se preocupava com a possibilidade de o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) decidir que a fusão dos dois partidos não configuraria a criação de uma nova legenda. A assessoria técnica da presidência da Corte teria redigido um parecer com esse entendimento, o que faria com que o MD não tivesse direito ao Fundo Partidário e ao tempo de televisão dos deputados que se filiassem à legenda. — Para quem trabalha, televisão é apenas um complemento. Não é uma necessidade — afirmou em convenção do PMN em São Paulo.
 
O PMN, segundo Telma, não viu sentido em esperar que o TSE se pronunciasse sobre a consulta feita pelo PPS. — Eu vou esperar que ele (TSE) diga isso e depois vou esperar se o outro vai dizer que vem? Que é isso? Partido não é isso. Não posso imaginar que todo esse trabalho que tivemos seja apenas para criar uma zona confortável para alguém. O partido deve levar uma proposta para a nação — disse.
 
Segundo Telma Ribeiro, nas conversas para a fusão, PPS e PMN teriam combinado que em metade dos estados do país, o PMN presidiria o diretório estadual do MD e na outra metade seria o PPS. O problema é que, de acordo com Telma, o PPS não estava aceitando que alguns dirigentes do PMN presidissem diretórios regionais do MD. Isso estaria acontecendo em estados como o Rio de Janeiro, Paraíba e Minas Gerais. Além disso, integrantes da juventude das duas legendas eram contrárias à fusão. A presidente do PMN lamentou que a fusão não seja possível. — Fico triste que não dê para caminharmos. Mas se não pensarmos do mesmo jeito não adianta, é tolice. ( O Globo)

27 julho 2013

Pesquisa da oposição comprova: Madeira continua em alta, mas tem gente que ainda não entendeu...

Informações sobre a popularidade de Madeira, constatada após pesquisa comunista teria sido um dos motivos de uma reunião que ocorreu em São Luis, e determinou que militantes não fizessem criticas a Madeira, mas tem gente que ainda não entendeu.

Aurelio e Hesmes, distante da realidade...
Com a decisão do PC do B, em determinar que lideranças do partido não realizem atos contra o prefeito de Imperatriz, Sebastião Madeira, ficou claro que as ações do vereador comunista, Carlos Hermes, e o aliado, o vereador Aurélio (PT), estão desarticuladas e sem sentido, e andando na contra-mão da própria opinião publica.

A última tentativa do grupo da: “oposição a qualquer preço”, de tentar criar um fato político foi mais uma vez frustrada, quando, ao intervir de forma inexperiente em um acordo dos ex-funcionários da Limp forte e a prefeitura, que mais uma vez, de forma conturbada, foi encerrada sem acordo, - apesar das partes interessadas terem a opinião diferente – comprovando mais uma vez que as ações dos vereadores são desarticuladas e inconsequentes, e estão, sem medo de errar, fora da realidade.

Madeira, com credito.
Por outro lado, após pesquisa realizada pelos comunistas, para avaliar a situação eleitoral de Flávio Dino em Imperatriz, ficou constatado também, que a pior estratégia da oposição é atacar o prefeito de Imperatriz. A pesquisa demonstrou exatamente o reflexo dos trabalhos realizados pela prefeitura, tanto nos bairros periféricos quanto nos próximos do centro da cidade, que resolvem problemas históricos, - como o que está sendo executado no Bairro Maranhão Novo - , e é, exatamente por isso, que Madeira dispõe de alta popularidade e credibilidade na cidade, conforme dados da pesquisa.

Outra prova das movimentações desarticuladas realizadas por um pequeno grupo de radicais, foi a tentativa de usar as manifestações que sacudiram o Brasil no mês passado, de forma distorcida em Imperatriz, tentando viabilizar uma perseguição implacável a Madeira, o que acabou por esvaziar o movimento, isto, mais uma vez, sob a lideranças de pequenos grupos financiados pela oposição.

Portanto, ficou claro para a oposição estadual que tenta se articular na cidade, pelo menos por enquanto, não adianta confrontar o atual governo municipal, somente os vereadores em Imperatriz Carlos Hermes e Aurélio, ainda não conseguiram entender o recado vindo dos seus patrões.

De férias, promotor realiza operação contra empresa de ônibus


Em meio a uma grande questão judicializada, a partir do pedido da Vara da Fazenda de Imperatriz, representada pela juíza Ana Lucrécia, que determinou o fim do contrato de concessão da empresa VBL com o município de Imperatriz, mas questionada após embargos promovidos pelo tribunal de justiça, mais uma operação contra a empresa foi realizada por parte da promotoria de Justiça, com algumas distorções:  Contra a fiscalização pesam denuncias de perseguição,  no qual será promovida ação por parte da empresa, que questionam ações as ações de apreensão de veículos pelo promotor Sandro Biscaro, do Direito do Consumidor, que estaria de férias e mesmo assim teria comandado a fiscalização contra a empresa de ônibus.

Segundo informações publicadas no blog do jornalista Paulo Negrão, desde ontem o promotor não estaria mais respondendo pela pasta, por estar de férias. Segundo apurou o jornalista, a promotora, dr. Narrima, já estaria respondendo em substituição ao promotor.

Durante a semana varias manifestações foram realizadas pelos funcionários da empresa que, preocupados com seus direitos, conforme a CLT e o possível fechamento da empresa que os impossibilitariam de recebe-los, resolveram questionar as ações da promotoria, até por não ter autorização da justiça para promover a fiscalização. Mas foram informados pelo promotor que não seriam recebidos. Insatisfeitos os manifestantes se dirigiram a ponte do Riacho Cacau, único meio de saída da cidade sentido Norte do País, deixando um rasto de insatisfação sobre quem tentava sair da cidade.

Com o fechamento da empresa VBL, por falta de veículos para fazer o trajeto natural, em atendimento a população que necessita do transporte publico, abre a possibilidade de uma outra empresa ingressar no serviço, que pode ser contratada por regime precatória, quer dizer, de emergência, por parte da prefeitura.  Como, mesmo em uma atitude questionavel por parte da promotoria, que mesmo proibida apreendeu todos os veículos da empresa, sem ter a minima chance de substituir,tornando toda a ação, que em certa parte corria em harmonia, totalmente duvidosa.

O cerco ta armado e por parte de ações judiciais, ficou bastante claro que o alvo é tomar o credito que teve inicio por parte da gestão municipal, apesar de questionada no Tribunal de Justiça. Nos bastidores, inclusive, e no próprio governo, o anseio do promotor de demonstrar incansavelmente o interesse em retirar a empresa da cidade poderia ser até mesmo uma possibilidade aberta para uma possível candidatura a prefeito, possibilidade que vem aumentando com as ultimas ações.

Segundo um especialista em causas jurídicas, outras questões que afligem a população de imperatriz, não tem tido a mesma eficiência por parte da promotoria, como a falta de cumprimento da lei municipal que determina o tempo de atendimento por parte agências bancárias, vendas descontrolada de celulares pela vivo, oi e TIM sem a mínima possibilidade de prestar os serviços oferecidos, indisponibilidade de internet pela OI, que mesmo assim continua vendendo serviços impossíveis de serem atendidos, e estes, por exemplo, não estariam sendo questionados pela promotoria de defesa do consumidor, demonstrando assim, uma certa disparidade no tratamento de alguns casos em relação a outros.

Texto atualizado às 09:00 - 27-07

Veja abaixo a matéria do jornalista:

sexta-feira, 26 de julho de 2013


VBL: Imperatriz ficará sem transporte coletivo a partir deste fim de semana.





A situação do transporte público regulamentar de Imperatriz está chegando a proporções nunca esperado pela comunidade que faz uso todos os dias. A empresa que opera o serviço na cidade VBL, teve o contrato quebrado pela justiça e em seguida a partir de uma ação proposta pelo MP e ação acatada pela justiça local, usando seu direito de recorrer, a empresa VBL, entrou com recurso e conseguiu no tribunal de justiça sua permanência na operação do serviço.

O prefeito Sebastião Madeira por sua vez, passou a travar uma briga pessoal para impedir a decisão da justiça à “bem da comunidade”. A promotoria de justiça por sua vez, passou a realizar blitz nas ruas e fez a apreensão de vários ônibus da empresa VBL, somente esta semana, foram 27 Ônibus apreendidos, inclusive carros com documentos legais, fato que está sendo questionados na justiça pela empresa VBL.


Na tarde desta sexta feira, a reportagem esteve na garagem da empresa para obter algumas informações relacionadas a tudo que vem acontecendo até agora, o diretor executivo Mario Elísio Jacinto se encontra em São Luís segundo o diretor de transporte. Mesmo assim, a empresa informou que nesta a partir deste fim de semana, a cidade vai ficar sem transportes, isso porque, a promotoria estaria fazendo um raspa em todos os carros da empresa independente do estado regular ou não.

Ainda segundo o chefe de transporte, os funcionários da VBL que já protestaram essa semana na sede do MP e interditaram a BR 010, estariam se articulando para acampar na frente da empresa aparecida que opera com algumas linhas do transporte municipal, o objetivo seria protestar impedindo os ônibus de sair em operação neste fim de semana. Na Aparecida ninguém confirmou a informação. 
Em contato com o ministério público, a reportagem obteve a informação de que o promotor responsável pela pasta do consumidor Sandro Bíscaro, estaria de férias desde ontem quinta feira dia 25/07/, em seu lugar estaria atendendo a promotora Nahyma Ribeiro Albas, porem a empresa VBL, informou que mesmo de férias o promotor estaria comando blitz de apreensão aos ônibus fato que está sendo questionado pelo jurídico da empresa.

Diante de tudo isso, “a direção da empresa esclarece que mesmo com a decisão liminar da justiça em seu favor e que lhe garante o direito de continuar prestando o serviço de transportes público, não está podendo fazê-lo. Se a VBL tem nas mãos a decisão liminar favorável concedida pelo tribunal de justiça por meio da desembargadora Cleonice Silva Freire datado do dia 15 de Julho, porque o ministério público não está respeitando essa decisão”?. Acrescentou o chefe de transporte.


“Se o promotor de justiça está férias ele pode continuar fazendo blitz nas ruas?. E a prefeitura que garante ter contratado duas empresas para substituir a VBL, vai desrespeitar a liminar do tribunal de justiça por quê”?. Indagou.
“E a comunidade a partir deste fim de semana como é que vai fazer para cegar ao trabalho ou se locomover pela cidade”?.Afirmou

“Se a empresa VBL tem a seu favor a liminar que lhe permite continuar rodando até a decisão final do mérito, porque a SETRAN não autorizou a circulação dos dez ônibus novos adquiridos pela empresa VBL” Disparou?. São respostas como essas que a comunidade espera com urgência das autoridades da cidade.

26 julho 2013

Vereadores de Flávio Dino tumultuam audiência e inviabilizam conciliação com trabalhadores da Limp Fort

A advogada do sindicato laborista que representa, no Estado do Maranhão, os interesses de garis e de empregados em asseio, limpeza e conservação, Dra. Valúzia Santos, revelou que os vereadores Carlos Hermes e Marco Aurélio, do PC do B, e Rildo Amaral, do PDT, tumultuaram a audiência realizada na tarde desta sexta-feira, 26 de julho de 2013, na sede da Procuradoria Geral do Trabalho.
Carlos Hermes (Pc do B) Rildo (PDT)
Os três vereadores são diretamente vinculados ao pré-candidato ao governador do Maranhão, o comunista Flávio Dino, os quais, como é de conhecimento de todos, têm tentado, a todo custo, criar intranquilidade e instabilidade ao Prefeito de Imperatriz, Sebastião Madeira (PSDB), principalmente depois que o tucano acenou com provável apoio a candidatura do arquioponente de Dino, Luis Fernando.
Valúzia Santos, que tem uma militância de mais de 20 anos na defesa de sindicatos de trabalhadores no Maranhão, disse ter ficado estupefata com duas coisas: uma com a intromissão de vereadores, alheios ao processo, durante a audiência, outra com a passividade e condescendência da Procuradora do Trabalho, Fernanda Furlã, com a postura grosseira, desrespeitosa e violenta dos intrusos.
Aurélio (PT)
“Fomos desrespeitados e intimidados. Até mesmo a legitimidade de uma entidade combativa, foi colocada em xeque. Foi preciso escolta da PM para deixarmos a sede do MPT. Vou registrar uma ocorrência e tomar as medidas necessárias. A audiência trabalhista virou um palco de disputa político-partidária”, declarou uma das vozes mais respeitadas e experientes do direito trabalhismo do Maranhão.
Ela confidenciou que o movimento de garis, realizado ainda em princípios de junho deste ano, que tentou inviabilizar a limpeza de lixo na cidade, com a interdição do acesso a nova empresa que substituiu a Limp Fort, teve, também, a participação dos vereadores, que partidarizaram o movimento.
Infiltrados entre uma leva de 30 operários aparentemente egressos da falida empresa Limp Fort, grande parte alcoolizada, os agitadores, de má-fé, conforme anunciou o presidente do sindicato, disseminaram que hoje, sexta-feira, 26 de julho de 2013, durante a audiência no Ministério Público do Trabalho, iriam receber seus créditos rescisórios, quando, na verdade, a audiência, de caráter administrativo, tinham como finalidade, formatar uma saída, que visasse garantir a percepção de verbas indenizatórias decorrente da supressão de contrato de trabalho promovido pela falência da Limp Fort, empresa ora contratada pelo Município de Imperatriz, para recolhimento de lixo.
Experiente e já sabendo da manipulação partidária de um pequeno grupo de trabalhadores, a advogada do Sindicato, Valúzia dos Santos, ainda pela manhã de sexta-feira, 26 de julho de 2013, ajuizou Reclamação Trabalhista no Fórum do Trabalho de Imperatriz, suplicando, inclusive, o deferimento de liminar, em sede de antecipação de tutela, para arresta um imóvel da Limp Fort, alçado em 2 milhões de reais, mais o bloqueio mensal de parcelas de aluguel de veículo e estrutura firmado pela atual empresa com a própria Limp Fort, cujo crédito poderá, segundo o sindicato, ser retido na fonte, pelo Município de Imperatriz.
Por ocasião da audiência administrativa, no MPT, ao explicar a estratégia jurídica do sindicato, para garantir efetivamente os direitos de seus representados, a advogada foi deselegantemente desrespeitadas pelos vereadores flavistas, irritados com a saída apontada pela entidade, que resolveu judicializar o feito na Justiça do Trabalho a ter que se debater num campo inserto, sujeito, inclusive a influência externa.
Diante da balburdia, a tentativa de solução do problema foi prejudicada, e a representação do Sindicato dos Empregados de Asseio e Conservação do Maranhão, inclusive seus advogados, teve que deixar a sede do MTP escoltada pela PM.
A advogada Valúzia dos Santos garantiu que vai comunicar o episódio ao Procurador Chefe do Trabalho no Maranhão porque, segundo ela, ainda que a procuradora considerasse o caráter público da audiência, não poderia permitir estranhos ao feito, políticos de mandatos, vinculados a facção política contrária a do prefeito, interviessem na audiência, com o claro interesse de inviabilizar uma saída para o problema.
“Não participei de uma audiência. Infelizmente me achei num palanque”, arrematou a advogada, demonstrando contrariedade.
CONSPIRAÇÃO E INTOLERÂNCIA
A administração do Prefeito Sebastião Madeira, cujo representante conseguiu o feito inédito de ser reeleger numa cidade que nunca antes havia reelegido seus administradores, vem, nos últimos meses, sendo alvo da intolerância e da cega paixão partidária de segmentos e organizações alinhadas ao candidatável, Flávio Dino (PC do B), que, pela coação, tenta demover o tucano de apoiar o concorrente do flavista, Luiz Fernando, tido pelo próprio comunista como “candidato osso duro de roer”.
Há muito ficou claro, até para os mais incipientes analistas políticos, que a estratégia de Dino é inviabilizar atingir a candidatura de Fernando avariando o principal eleitor do Maranhão, o extraordinariamente avaliado gestor de Imperatriz, Sebastião Madeira.
Sem apoio e legitimidade popular, paus-mandados de Flávio Dino, infiltrados em raquíticos movimentos sindicais e sociais, desses que não conseguem encher uma Kombi de militantes, criam factóide, provocam o Ministério Público e até proclamam juras de amor a mais recente paladina da magistratura maranhense, autora de uma inusitada decisão teratológica, àquele que, face ao absurdo, sequer foi abstraída pela população como existente.
Apesar da ostensiva e da desonesta oposição, Madeira continua em alta com o povo, realizando uma administração destacada, o que aumenta o ciúme e a inveja dos adversários, e a preocupação eleitoral do vermelho que sonha dia e note com as benesses do Palácio dos Leões.

25 julho 2013

Banco do Brasil de Imperatriz é condenado por demora no atendimento

Já era tempo das Agencias do Banco do Brasil em Imperatriz, serem interpeladas e condenadas por ações judiciais que culminem com ressarcimento de danos. Com atendimento precário, ineficiente e funcionários que atendem mal a clientela, as agencias do Brasil do Brasil, tanto de Imperatriz quanto da região, precisam urgentemente de uma ação emergencial no seu quadro de atendimento.

Em outra postagem citei a audácia de um funcionário que atende na Agencia Central do BB de Imperatriz, chamado pelo nome de David, no qual esbanja preconceito e falta de respeito com os usuários que buscam aquele atendimento, sem falar que, no âmbito da sua supremacia egoista, provavelmente por usar um crachá do BB ou por estar limitado a um atendimento simples de entrega de cartões, comprovando assim, que o mesmo pode ter mesmo alguma deficiência mental ou ineficiência funcional, por não conseguir avançar a outro tipo de serviço no próprio banco, o mesmo se desfaz das pessoas e julga os Imperatrizenses de forma preconceituosa e desrespeitosa, comprovando que as queixas a partir desta condenação, poderão aumentar significativamente.

Veja a matéria do Tribunal de Justiça_

BB indenizará clientes por demora no atendimento


A instituição vai pagar R$ 5 mil a duas pessoas, conforme decisão do TJMA.

 O tempo de espera excessivo na fila em duas agências bancárias do município de Imperatriz foi motivo para que a 4ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Maranhão (TJMA) condenasse o Banco do Brasil a pagar indenização de R$ 5 mil, por danos morais, a dois clientes da instituição financeira. A decisão reformou sentença de primeira instância, que havia julgado como improcedentes os pedidos.
 Relator dos recursos de apelação dos dois consumidores, o desembargador Jaime Araújo disse que a espera excessiva configurou falha na prestação do serviço e fixou o mesmo valor de indenização, em ambos os casos, por considerá-lo suficiente a reparar os danos morais experimentados.
 Araújo ressaltou que os dois clientes apresentaram provas robustas da demora na fila. Num dos processos, o autor anexou a senha de atendimento que recebeu, com horário de 12h39min, e o comprovante de pagamento, marcando 16h21min54seg. O outro apresentou senha, com chegada às 15h58min, e comprovante de depósito, às 19h55min39seg. A alegação é de que a atual legislação municipal fixa o atendimento entre 15 e 30 minutos.
 O banco sustentou que as partes autoras não comprovaram ter esperado o tempo na fila, nem a existência de dano moral. A sentença da Justiça de 1º grau entendeu que, em ambas as situações, houve mero dissabor, comum à vida cotidiana, não configurando efetiva lesão à honra ou à personalidade dos autores.
 O relator na Justiça de 2º grau, por sua vez, entendeu que ficou configurada a lesão, fazendo com que cada um dos autores faça jus à indenização por danos morais, os quais, nestes casos, são presumidos. Os desembargadores Raimundo Barros, revisor em ambos os processos, e Paulo Velten acompanharam o voto do relator.
 Secom TJ

Ricardo Murad manda tirar gerador do Hospital Macieira e instalar em Hospital de Coroatá

 Do blog do Jorge Vieira
Ricardo Murad transfere equipamentos do Carlos Maceira para Coroatá
Ricardo Murad transfere equipamentos do Carlos Maceira para Coroatá
Diante da omissão de todas as instituições encarregadas pela fiscalização do dinheiro público, especialmente o Ministério Público, o Secretário de Saúde do Estado, Ricardo Murad, continua fazendo das suas sem ser incomodado por ninguém, à exceção feita aos bravos deputados de oposição.
Mas agora parece que o secretário Ricardo Murad resolveu desafiar a todos, sem temor, sem receio, com seu modo inovador de administrar a saúde do estado do Maranhão.
O Hospital Carlos Macieira, conhecido como o Hospital do Servidor, passa por reformas infinitas, jamais concluídas e consumindo centenas de milhões de reais. Sofreu, inclusive, um misterioso incêndio há pouco tempo.
Como se isso não fosse o bastante, com o propósito único de bem equipar o Hospital Mamede Trovão da sua cidade, Coroatá, da qual a esposa de Ricardo, Tereza Murad, é prefeita, eis que o Secretário de Saúde resolveu retirar equipamentos do Hospital Carlos Macieira e mandar instalar no hospital de sua cidade. Um verdadeiro acinte.
Pois é exatamente isso que está no Diário Oficial do Estado, do dia 21 de maio de 2013, página nº 12, caderno de terceiros: a resenha de um contrato assinado pelo próprio Ricardo Murad, mandando retirar o maquinário do Hospital Carlos Macieira, reformando e encaminhado para o Hospital Mamede Trovão, de Coroatá. Veja o trecho do contrato, que possui a assinatura do próprio Ricardo Murad:
EXTRATO DO CONTRATO Nº 128/2013/SES. REF.: PROCESSO Nº 22283/2012/SES – PARTES: O Estado do Maranhão, através da Secretaria de Estado da Saúde e a Empresa Mundo Empreendimentos & Construções Ltda – OBJETO: Contratação de empresa especializada em serviços de recuperação/manutenção de geradores, manutenção de rede elétrica de alta e baixa tensão e rebobinamento de transformadores: – Serviços de Recuperação de 02 (dois) Geradores de 450kVA que estavam no Hospital Carlos Macieira para o Hospital Mamede Trovão. 
Custa acreditar que, por mais desligada do governo que seja a governadora Roseana Sarney, ela não dê conta de absurdos como esse que seu cunhado-secretário faz. Qual a razão de retirar um grupo gerador do principal Hospital